22.7 C
Serra
terça-feira, 11 de agosto de 2020

Fala sério

Leia também

Retorno das aulas presenciais preocupa autoridades do Estado

Autoridades políticas criticam o anúncio do governo do Estado de que deve retornar as aulas, após o período de...

Opinião: professora diz que retorno às aulas é irresponsabilidade e vai expor profissionais e alunos ao coronavírus

* Fabíola dos Santos Cerqueira | Professora de Sociologia da rede estadual * Hilton Dominczak | Sociólogo Nos últimos cinco meses, desenvolvemos Pesquisas...

Vereadores da Serra adiam votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)

Após entrar em pauta para votação nesta segunda-feira (10), o projeto de lei contendo a Lei de Diretrizes Orçamentárias...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O deputado federal Sérgio Vidigal (PDT) veio a público esta semana anunciar que estava cotado, pelo seu próprio partido, para ocupar o Ministério do Trabalho, pasta que vem sendo ocupada pelo PDT no governo petista. Depois, ele mesmo avisou que pretende ficar no seu mandato de deputado, dispensando a ideia de ser ministro.

Fala sério II

Mas se de tudo a conversa de Vidigal não for fumaça, fazer pouco caso de ser ministro significa uma total desvalorização do governo Dilma (PT). Afinal, desejar mais um mandato de federal do que um cargo de ministro só mesmo para quem já vislumbra o naufrágio do governo do qual é parceiro.

Emaranhado I

Integrantes da Rede Sustentabilidade buscam, há meses, a homologação junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Primeiro o órgão desconsiderou parte das assinaturas coletadas para fundamentar o pedido (são necessárias ao menos 490 mil); agora aguardam o retorno do recesso dos servidores para que o tema seja novamente colocado em pauta.

Emaranhado II

A Rede é vista como um possível destino do prefeito Audifax Barcelos (PSB), visando a disputa eleitoral de 2016, pela prefeitura da Serra. “Só saberemos se ele virá quando tivermos o registro, mas o partido está de portas abertas para ele”, disse Gustavo de Biase, porta voz da Rede no Espírito Santo.

Tá difícil Luiz

Contrariado com o rumo de alguns debates na Câmara da Serra, esta semana, o vereador Luiz Carlos Moreira (PMDB) ameaçou deixar a função de líder do prefeito na Casa. Mas foi convencido pelos colegas a permanecer na função. Entre os vereadores, Moreira é visto como líder experiente e conciliador.

Quero ser prefeito!

O vereador Gideão Svensson pode ser a aposta do PR para disputar as eleições pela prefeitura da Serra em 2016. E o parlamentar já percorre bairros da cidade com seu “Gabinete itinerante” e na internet mantém o gabinete online. “As demandas recebidas pelos populares são enviadas ao Executivo, e o número do protocolo é repassado ao morador, que pode acompanhar o andamento do seu pedido”, contou Svensson.

O Senado é meu

O senador Ricardo Ferraço (PMDB), se precavendo de um eventual embate com o deputado federal Sérgio Vidigal (PDT), ex-prefeito da Serra, rumo ao Senado Federal, tenta achar um jeito de entrar na cidade. Mas, dizem observadores, nenhuma de suas tentativas foi bem sucedida.

Capixaba no ninho

A ex-deputada federal Rita Camata foi escolhida para integrar a direção nacional do PSDB, em escolha feita durante congresso nacional da legenda, em Brasília, no último fim de semana. Com isso, participa de todas as decisões da Executiva, com direito a voz e voto.

 

Comentários

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Opinião: professora diz que retorno às aulas é irresponsabilidade e vai expor profissionais e alunos ao coronavírus

* Fabíola dos Santos Cerqueira | Professora de Sociologia da rede estadual * Hilton Dominczak | Sociólogo Nos últimos cinco meses, desenvolvemos Pesquisas com alunos do Ensino Médio...

Vereadores da Serra adiam votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)

Após entrar em pauta para votação nesta segunda-feira (10), o projeto de lei contendo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2021 foi retirado da...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!