STF de olho na Serra | Portal Tempo Novo

Serra, 17 de novembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

O Nó da Gravata

por Conceição Nascimento

Serra, 24 de agosto de 2018 às 9:39

STF de olho na Serra


Por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, o deputado federal Sérgio Vidigal (PDT) perdeu o foro privilegiado. Com isso, o inquérito que investiga indícios de irregularidades na Lei das Licitações, ocorridos quando o pedetista ocupava o cargo de prefeito do município, em 2010, foi encaminhado à Justiça do Estado. Segundo a denúncia da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, as supostas irregularidades causaram prejuízos de R$ 2,6 milhões aos cofres públicos, envolvendo o setor de saúde.
Estrangeiro forte

Um encontro na casa do vereador Luiz Carlos Moreira (MDB), neste sábado (25), às 9h da manhã, deve reunir cabos eleitorais e simpatizantes de peso à campanha de Marcos Madureira (PRP) à Assembleia Legislativa. Especula se que são esperados a participar do encontro os vereadores Nacib Haddad (PDT), Basilio da Saúde (Pros), Rodrigo Caldeira (Rede), Geraldinho PC (PDT) e Cabo Porto (PSB), que seriam os cabos eleitorais de Madureira na Câmara. Nos bastidores da Câmara, que têm três candidatos a deputado estadual, alguns questionam o porquê do apoio a um candidato de outro município.

Cabos eleitorais

À exceção dos que estão com Marcos Madureira e três vereadores indecisos, Roberto Catirica (PHS), Stefano Andrade (PHS) e Geraldinho Feu Rosa (PSB), a Câmara da Serra esta dividida entre os candidatos a deputado estadual. Fábio Duarte e Robinho Gari (PV) apoiam Alexandre Xambinho (Rede); Adriano Galinhão e Fabão da Habitação apoiam Bruno Lamas (PSB); Raposão apoia Vandinho; Wellington Alemão apoia Jamir Malini (PP), Adilson da Silva (PSL) fechou com José Esmeraldo (MDB); Quélcia (PSC) com Pastor Ailton e Aécio Leite (PT), com Nunes (PT). 

Saia justa 

Se depender da Câmara da Serra, os vereadores Guto Lorenzoni e Alexandre Xambinho (ambos Rede) vão encontrar dificuldade para aprovar o Projeto de Resolução 151/2018, que autoriza a licença de ambos pelos próximos 45 dias para se dedicarem à campanha eleitoral 2018. Alguns parlamentares alegam que o afastamento iria trazer custos à Câmara, com a exoneração de 30 assessores e contratação de outros 30, dos suplentes Ericson Duarte (Rede) e Saulo Brum (PP). Este último, inclusive, estaria visitando os gabinetes dos vereadores, na tentativa de convencê-los a aprovar a matéria. 

 

 Debandando dos Vidigais

A entrada de Sueli Vidigal na corrida pela Assembleia Legislativa afastou aliados históricos de Sérgio Vidigal. Um deles é Vandinho Leite (PSDB), candidato a estadual, que agora pede votos para Cesar Colnago a federal. O Pastor Ailton (PSC), candidato a estadual, escolheu caminhar com Reginaldo Almeida. Quando se fala em apoio a estadual, o vereador Nacib subiu ao palanque de Marcos Madureira. O ex-presidente do PDT/Serra, Wellington Freitas, agora pede votos para Luiz Durão, Outros aliados que estão desiludidos com Vidigal são Oraci, presidente da comunidade de Jardim bela vista, Edson Reis e Nilza Cordeiro, que devem fechar apoio a outros candidatos a estadual. 

Viviane, Patrícia e Lauriete

Nos corredores da Prefeitura da Serra, comentários associam a servidora Viviane Meneguelli à queda da Secretária de Planejamento Estratégico, Patrícia Lempê. Trata-se de especulações, mas sabe-se que a saída de Patrícia tem a ver com as disputas de poder de subgrupos internos. Viviane é uma das mais antigas integrantes do núcleo duro do prefeito Audifax Barcelos (Rede), e detém forte influência em diversos setores da prefeitura e diretamente com o Prefeito. Agora quem assume a secretaria é Lauriete Caneva.

Coluna Palanque:

Ricos e muitos ricos

 Visando dar mais transparência, na última segunda-feira o TSE-ES intimou todos os candidatos às eleições deste ano para detalharem suas declarações de bens, que além dos valores, será necessário informarem, por exemplo, a localização e o tamanho. Chamou a atenção a declaração dos 6 candidatos ao Governo. Juntos, foram declarados R$ 22,3 milhões em bens. Mas, individualmente, os valores não são nada equânimes: Aridelmo Teixeira (PTB) declarou R$ 17,2 milhões; Carlos Manato (PSL) diz possuir R$ 2,1 milhões; Renato Casagrande (PSB), R$ 1,5 milhão; Já Rose de Freitas (Podemos), declarou possuir bens no valor de R$ 622 mil, e por fim André Moreira (Psol), com R$ 450 mil, e Jakeline Rocha, com R$ 170 mil.

Pó preto garantido

A SOS ES Ambiental, entidade de referência na defesa do meio ambiente no ES, elaborou um Termo de Compromisso de Governo (TCG) visando estabelecer ações para redução da poluição do ar, destinado aos candidatos ao Governo do ES. Ao todo cinco candidatos receberam o documento (André Moreira, Rose, Manato, Aridelmo e Casagrande), mas somente André Moreira assinou. Com isso a entidade se pergunta: “Quem quer mexer com os interesses da Vale e ArcelorMittal?”.

 




O que você acha ?

Você acredita no sucesso do governo Bolsonaro?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por