Serra, 22 de setembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

O Nó da Gravata

por Conceição Nascimento

Serra, 13 de julho de 2018 às 8:34

Legislativo barra Executivo


Tem praticamente um mês que a Mesa Diretora da Câmara da Serra não pauta nenhum projeto de lei de autoria do Poder Executivo. Isso porque, pelo menos até a próxima sessão ordinária na segunda-feira (dia 16) serão 25 dias sem projetos do Executivo na pauta. De lá pra cá já ocorreram cinco sessões ordinárias e uma extraordinária. Em grande maioria a Mesa tem pautado apenas projetos de autoria de vereadores pertencentes ao grupo de oposição, capitaneado pelo presidente Rodrigo Caldeira (Rede) e que venceu a eleição interna da Câmara no início de junho. Em tempo: a sessão da última segunda-feira (09) durou 9 minutos. Isso que é vontade de trabalhar…

 Nas barbas do Tribunal

No próximo dia 17 está marcado o julgamento do processo que pode deixar o deputado Sérgio Vidigal (PDT) inelegível. O deputado já foi condenado em 1º instância e o processo está correndo na 3º Câmara Cível do Tribunal de Justiça. A acusação que pesa sobre Vidigal é por suposta prática de nepotismo no período de seu terceiro mandato à frente da Prefeitura da Serra (2009-2012), por ter nomeado a irmã em cargo de comissão. Desde o dia 10 de abril os desembargadores estão aptos para apreciar o processo de Vidigal, mas de lá pra cá já se contabilizam 12 adiamentos de votação, a maioria por pedido de vista no processo. Já Vidigal credita as denúncias à motivação política e acredita que será absolvido.

 Igual nuvem

Na última quinta-feira (12) o governador Paulo Hartung (MDB) recebeu no Palácio Anchieta vários prefeitos capixabas. O convite foi dado a todos os chefes de Executivo Municipal e comparecerem ao encontro 66 prefeitos, incluindo Max Filho (PSDB) de Vila Velha e Juninho de Cariacica (PPS). Segundo a assessoria do Palácio Anchieta, a pauta do encontro foi conversar sobre o “futuro de Hartung na vida pública e reafirmar que não será candidato à reeleição”, na ocasião Hartung teria afirmado que não houve pedido de apoio para o grupo governista que vem tentando articular um candidato a governador. Entre os prefeitos faltosos estava o da Serra, Audifax Barcelos (Rede). Lembrando que antes do governador anunciar que não seria candidato a reeleição no início da semana, Audifax e Hartung vinham ‘namorando’ uma aproximação política, inclusive a Serra era uma das cidades mais contempladas por PH em agendas administrativas, sempre na presença de Audifax. Política é igual nuvem…

 Dinheiro no bolso

A Secretaria de Comunicação da Serra confirmou que já está na conta bancária do Município a primeira parcela do empréstimo junto a Caixa Econômica Federal. A liberação dos recursos será em 4 desembolsos semestrais. O primeiro foi de R$ 13.685.000,00; o segundo será de R$ 21.671.000,00; o terceiro será de R$ 42.135.000,00; já o quarto desembolso será de R$ 22.509.000,00. As agendas de ordens de serviço estão a todo vapor e na última segunda-feira (09) foi realizado um evento simbólico de assinatura do contrato com a presença de lideranças comunitárias e políticas, incluindo a senadora Rose de Feitas (Podemos).

PALANQUE

 Vidigal com Casagrande

Nessa sexta-feira (13) está marcada uma reunião entre Vidigal e o ex-governador Renato Casagrande (PSB). O horário e o local não foram divulgados, mas a agenda foi confirmada pelo deputado estadual Bruno Lamas (PSB). A pauta não podia ser outra, um alinhamento eleitoral entre PDT e PSB para o pleito de outubro. Segundo fontes ligadas á Vidigal, a agenda já estava marcada antes do anúncio de que o governador Paulo Hartung (MDB) não tentaria a reeleição. O pedido da agenda veio direto do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

 Barganhando o passe

O senador Magno Malta (PR) diz que é muito amigo do deputado e presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Posa para fotos, faz vídeos, utiliza as mesmas frases de efeito, mas objetivamente, essa semana o senador oficializou a rejeição de compor a vice na chapa de Bolsonaro.  Já no âmbito local, o PR e o PSL estão longe de ser aliados. Magno descarta coligar seu partido com o PSL que tem o pré-candidato a governador Coronel Foresti. Inclusive o senador ‘pop star’ está nas contas partidárias tanto do ex-governador Renato Casagrande, como do grupo governista que articula uma candidatura a governo. Entre as moedas de troca de Magno está a viabilização de uma chapa que contemple sua mulher, a cantora gospel Lauriete Rodrigues, pré-candidata a deputada federal. Já dizia o ditado, amigos, amigos, negócios a parte.

 A solidão de Rose

Membros do grupo governista relatam que a senadora Rose de Freitas (Podemos) está ligando “freneticamente” para eles atrás de agendas visando um alinhamento eleitoral. Mas o grupo vem relutando e prefere colocar na mesa um possível apoio de segundo turno. Rose está isolada no campo partidário e precisa de um palanque para chamar de seu, e o grupo vem se perguntando, o que a senadora tem a oferecer? Além do mais, os governistas acreditam que se houver união entre eles e Rose, a possibilidade de haver segundo turno se torna remota.

 Enquete presidencial

Essa semana o Tempo Novo publicou enquete no site com a pergunta: ‘Você vai votar em quem para presidente?’. Até à tarde da última quinta-feira (12) foram 148 votantes, dos quais 42% optaram por Jair Bolsonaro (PSL). O ex-presidente Lula (PT) é o 2º colocado com 31%, depois a opção ‘outro’ com 11%; Ciro Gomes (PDT) 7%; Marina Silva (Rede) 6% e Geraldo Alckmin 3%. Lembrando que a partir do dia 20 de julho a Justiça Eleitoral veda a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral.




O que você acha ?

Qual é a sua avaliação sobre a qualidade de água dos córregos, rios e lagoas da Serra ?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por