Cobrança pedetista

0

Tucanos de alta plumagem se surpreenderam com a pressão que a direção estadual do PDT fez sobre o Palácio Anchieta para esvaziar a pré-candidatura de prefeito de Vandinho Leite (PSDB). Na ânsia de proteger os interesses do deputado federal Sérgio Vidigal na Serra, os pedetistas cobraram do governador Paulo Hartung (PMDB) e do vice, César Colnago (PSDB), lealdade à postura que tiveram na eleição de 2014, quando teriam dispensado propostas tentadoras de Casagrande (PSB) para apoiar Hartung.

De cima pra baixo

No entanto essa pressão é vista como inócua, tendo em vista que o movimento de Vandinho veio pelas mãos do também deputado federal Max Filho e pela direção nacional do PSDB, que teria determinado a candidatura própria a prefeito em Serra, Vila Velha e Vitória. Portanto estaria blindada de cima para baixo e muito pouco exposta aos movimentos e interesses palacianos.

Escalado

 O secretário coordenador de Governo, Jolhiomar Massariol, foi escalado pessoalmente pelo prefeito Audifax Barcelos para ser o interlocutor do acordo feito com o presidente do Tribunal de Justiça para a manutenção do Fórum no centro da Serra. Jolhiomar já tem uma agenda de ações visando à concretização o mais rapidamente possível do acordo, que prevê a cessão por comodato do prédio da antiga prefeitura e a doação do terreno onde hoje é realizada a feira da Serra, ao lado do ginásio de esportes.

Braços dados

O clima entre Audifax Barcelos (PSB) e a presidente da Câmara Neidia Pimentel (PSD) parece ter melhorado muito, depois do conturbado processo eleitoral que levou Neidia à presidência da casa,  contrariando o grupo aliado do prefeito. Eles deixaram de braços dados a reunião no TJES sobre a transferência do Fórum da Serra – sede. Neidia sonha em ser vice na chapa de Audifax na disputa de 2016 para a Prefeitura.

Penetra vip

Durante a reunião entre o presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ-ES), Sérgio Bizzotto, e lideranças da Serra para discutir a transferência do Fórum do município, quem roubou as atenções foi o ‘penetra’ Theodorico Ferraço, presidente da Assembleia Legislativa. Além de ter sido o primeiro a quem Bizzoto dirigiu a palavra, Ferração também foi elogiado pelo deputado serrano Bruno Lamas (PSB).

Metralhadora de Enivaldo

O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) perdeu a compostura durante a sessão de terça-feira (22) da Assembleia Legislativa. Quando foi comunicado de que o presidente da empresa Vale, Murilo Ferreira, teve prorrogado o prazo para ser ouvido na CPI da Sonegação dos Impostos, ele não pensou duas vezes: renunciou ao cargo de presidente da comissão e acusou a empresa de ter um “lobby espetacular” na Casa, além de chamar a Vale “assassina e sonegadora de imposto”. Disse ainda que a mineradora com apoio do governo Hartung. O deputado Marcus Mansur (PSDB) vai substituir Enivaldo.

 

 

Comentários