Restauração das ruínas do Queimado começam em 60 dias, diz Prefeitura | Portal Tempo Novo

Serra, 24 de outubro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Cidade

Serra, 21 de setembro de 2018 às 9:51

Restauração das ruínas do Queimado começam em 60 dias, diz Prefeitura


 

As ruínas ficam na região onde existiu a antiga vila do Queimado, próximo ao rio Santa Maria: paredes da igreja são sustentadas por cabos e trilhos de ferro. Foto: Gabriel Almeida

Ana Paula Bonelli

As obras de restauração das ruínas da igreja de São José do Queimado estão perto de saírem do papel. Na última quinta-feira (20) foi assinado o Acordo de Cooperação Técnica e Financeira entre o município e o Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Espírito Santo (Sincades) para a restauração das ruínas. Esta é mais uma etapa burocrática para a restauração do Queimado que deve custar R$ 1,3 milhão e será bancado pelo Sincades. 

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura da Serra as obras de restauração começam em até 60 dias e a previsão é que sejam concluídas em oito meses.  A restauração das ruínas abrange o reforço das paredes e a instalação de plataformas na entrada e interior da igreja para permitir a visitação dos serranos. Já o cemitério, que fica nos fundos da ruína da igreja, não está incluído no pacote.

O prefeito da Serra, Audifax Barcelos, considera a restauração de extrema importância para a preservação da história do município, devido à grande representatividade do Queimado. “Palco de uma insurreição de escravos liderada pelos heróis Chico Prego, João da Viúva e Eliziário, em 1849, o local foi tombado pelo Conselho Estadual de Cultura em 1993. Agora, com a restauração das ruínas, queremos transformar Queimado em um museu a céu aberto, onde as pessoas possam conhecer a história de luta do povo serrano”, frisa.  

O local já passou por uma prospecção arqueológica, realizada entre abril e maio deste ano. A intenção da Prefeitura é expor no Museu da Serra, localizado na Serra-Sede, os artefatos encontrados. A prospecção foi realizada pela empresa A Lasca Consultoria e Assessoria em Arqueologia e custou R$ 214 mil.  O terreno do sítio histórico, que antes era particular, foi doado para a Prefeitura da Serra em 2015.




O que você acha ?

Você já brigou com amigos e familiares por conta de política?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por