21.1 C
Serra
domingo, 25 de outubro de 2020

Porrada na boca da democracia

Leia também

‘Friozinho’ com comida boa e lazer nos restaurantes do agroturismo da Serra neste domingo

Domingo é dia de relaxar com a família, mas, em dias chuvosos, não dá pra ir em qualquer lugar....

Atenção motoristas! Trechos da Norte Sul estão com grande acúmulo de água na Serra

Os motoristas que precisarem passar pela Norte Sul, na Serra, devem ficar atentos com alguns pontos de possíveis alagamentos....

De novo! Fortes chuvas causam alagamentos em trechos da BR-101 na Serra

O fim de semana está sendo de chuva forte para vários municípios capixabas, incluindo a Serra. E na cidade,...
Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal.

“Minha vontade é encher tua boca na porrada”, disse neste domingo (23) o presidente Jair Bolsonaro a jornalista que indagou sobre o caso Queiroz. Foto: Carolina Antunes/Agência Brasil

“Minha vontade é encher tua boca na porrada”. Assim respondeu ontem (23) o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para o repórter do jornal O Globo que o questionava sobre os depósitos de Queiroz à Michele. O presidente pode até não ter ido às vias de fato, mas simbolicamente deu uma porrada na cara da democracia. Aliás, mais uma. Com atos e palavras, antes e depois de assumir o cargo, Bolsonaro é um prodígio em atacar as instituições republicanas e preceitos básicos da civilização.

Se um prefeito de uma pequena cidade tivesse ameaçado bater em jornalista que indagasse algo de interesse público, já seria gravíssimo. E que dizer então do principal chefe político do país? Ora, é sim da conta dos brasileiros querer esclarecimento sobre os tais depósitos. A idoneidade de Jair Bolsonaro e de seus próximos – incluindo filhos, esposa e amigos assessores de longa data – é sim de interesse dos brasileiros. Até porque os citados no episódio tem papel central no ‘projeto’ político que agora ocupa o Palácio do Planalto.

Ao voltar a subir o tom de forma pueril e grosseira contra a imprensa profissional, Jair Bolsonaro estimula a banda fanática de seus seguidores agredirem jornais e jornalistas. Tal como aconteceu em maio com fotógrafo da Folha de São Paulo.

Vale lembrar que ameaça é crime previsto no artigo 147 do código penal.  Quando assumiu o cargo, o presidente jurou respeito à Constituição e às leis do Brasil. Porém uma vez na cadeira presidencial, não foram raros os momentos que Bolsonaro teve arroubos de ditador.

Mas os problemas do presidente com a imprensa vão muito além de seus sonhos autoritários. Tem a ver com a própria construção de sua imagem, calcada em narrativas enviesadas, recheadas de preconceitos, proselitismos e que por muitas vezes lança mão da mentira deslavada.

Lembram do kit gay nas escolas e da mamadeira de piroca durante a eleição de 2018? E da afirmação de que a covid-19 era uma gripezinha? Ou da fala de que a Amazônia não pegava fogo?

Jornais e jornalistas não são infalíveis. Mas trabalham numa atividade – o jornalismo – que é a ciência da comunicação e que por essência é antítese das fake news.

O fato de até agora Bolsonaro não sofrer impeachment após tanta afronta às leis e instituições nacionais deve-se ao capital político que acumulou, ao atendimento de interesses de grupos econômicos e religiosos poderosos e à própria sombra do poder militar.

Enquanto uma grande massa incauta sustenta e vê na postura tosca do presidente o mito que vai resolver os problemas do país, setores nada inocentes vão tocando suas agendas. Muitas delas nocivas, como a desregulamentação ambiental, a ampliação do acesso à armas de fogo e a do aparelhamento ideológico do estado por grupos ultraconservadores.

Ao agir grosseiramente e estimular ataques à imprensa, Jair Bolsonaro vai enchendo de porrada a boca da democracia.

Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Atenção motoristas! Trechos da Norte Sul estão com grande acúmulo de água na Serra

Os motoristas que precisarem passar pela Norte Sul, na Serra, devem ficar atentos com alguns pontos de possíveis alagamentos. Acontece que, em alguns locais,...

De novo! Fortes chuvas causam alagamentos em trechos da BR-101 na Serra

O fim de semana está sendo de chuva forte para vários municípios capixabas, incluindo a Serra. E na cidade, os motoristas precisam ficar atentos...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!