22.6 C
Serra
quarta-feira, 27 de Maio de 2020

Opinião do TN | Amaro Neto esperava um tapete vermelho na Serra, mas a realidade é outra

Leia também

Fábio Duarte, escolhido por Audifax para ser o seu sucessor, fala um pouco da sua história

Administrar uma Prefeitura como a da Serra, o município mais populoso do Estado, não é para qualquer um. Suceder...

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas....

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na...
Eci Scardini
Fundador do Jornal Tempo Novo, Eci Scardini também escreve para editorias do portal.

Amaro Neto troca de domicílio eleitoral e entra na corrida pela Prefeitura da Serra. Foto: Reinaldo Carvalho

Se o deputado federal Amaro Neto (PRB) achava que, ao anunciar a transferência do seu título de eleitor de Vitória para a Serra e automaticamente se colocar na condição de pré candidato a prefeito, fosse causar um maremoto na política local é por que ele não imaginava que depois disso viria um tsunami.

As reações contrárias aos interesses ainda ocultos do deputado, de ser prefeito da Serra, foram as mais contundentes possíveis. Vieram de todas as partes, de todos os segmentos e de todas as redes sociais.

Após o anúncio de Amaro, no final da segunda-feira (31), de que havia transferido o domicílio eleitoral para a Serra, as redes sociais começaram a pipocar de comentários, em extensa maioria, negativos a Amaro.

Fato que foi potencializado pela polêmica entrevista concedia pelo deputado estadual Vandinho Leite (PSDB), que subiu o tom contra Amaro, classificando-o como um “ameaça” para a cidade

Diante de tamanha repercussão, as informações começam a chegar. Uma delas é a preocupação do núcleo político do prefeito Audifax com tanta rejeição a uma candidatura de Amaro a prefeito da Serra.  Segundo fontes próximas do núcleo de Audifax, eles não imaginavam uma reação tão negativa.

Outra informação é a de que um staff ligado a Amaro começou a circular pela Serra, com lideranças locais, tentando minimizar os efeitos da grande onda. Segundo essa fonte, circularam pela Serra ontem um irmão e um primo de Amaro Neto e o diretor geral da Assembléia Legislativa, Roberto Carneiro, na companhia do deputado estadual Xambinho e do seu chefe de gabinete, Flávio Serri.

À noite, Flávio Serri disse que eles (grupo de pessoas ligadas ao deputado Xambinho) estavam muito preocupados com as reações contrárias à vinda de Amaro para a Serra e adiantou que hoje estaria confirmando a filiação em massa no PL, partido de Magno Malta, por onde Xambinho pretende ser candidato a prefeito.

Hoje, quinta-feira, dia 02 de abril, as manifestações nas redes sociais estão bem mais calmas, à espera de novos fatos. Vandinho Leite disse que ‘só está começando’ e que em breve trará à tona novos fatos.

A pré-eleição começa quente na Serra e o mesmo com o coronavírus, o calendário eleitoral segue se afunilando.

Comentários

Mais notícias

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas. Houve redução de 31% na...

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na madrugada desta quarta-feira (27), no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!