Serra, 20 de agosto de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Geral

Serra, 13 de junho de 2018 às 16:18

Moradores vivem com medo de deslizamento em Diamantina


 

Os moradores Elias Mendes, Sebastião Salgado, José Carlos, Jessica, Fabiano Gomes, Jonas Ferreira, Michel Mendes, Mateus Porto e Jorge Luiz Gomes-presidente da comunidade cobram a construção da obra de contenção da encosta. Foto: Fábio Barcelos

Ana Paula Bonelli

Moradores do bairro Diamantina, que fica na região Carapina, convivem com o medo de uma tragédia toda vez que chove um pouco mais forte. Isto porque, quem mora na encosta que fica na avenida Vitória  clama que um pedido antigo seja atendido: a construção do muro de contenção do barranco.

Segundo o presidente da Associação de Moradores do bairro, Jorge Luiz Gomes, cerca de 30 casas foram construídas no local: todas há mais de 25 anos. “A pior situação aconteceu nas chuvas de dezembro de 2013. Houveram muitos deslizamentos na região. Na ocasião, foi decretado estado de emergência da área pela Defesa Civil. Estamos pedindo a contenção há 14 anos e há 04 anos já existe o projeto para isto. O município ficou de captar recursos para execução, mas até hoje estamos esperando e nada”, destaca o líder comunitário que conta que já entrou com processo contra o município no Ministério Público da Serra.

“Temos direitos e deveres. Cumprimos nossos direitos. Pagamos nossos impostos, queremos ter segurança para dormir e acordar. A situação nesta encosta é perigosa, precisamos de resolução urgente”, acrescenta o líder comunitário.

Moradora do bairro há 38 anos, Elzi Ferreira de Souza, reforça que a reivindicação é antiga. “Eu moro nesta parte do bairro há 20 anos. É um drama, dá muito medo quando chove forte. Uma casa pode cair aqui. Não tem sistema de drenagem, a água desce numa enxurrada e vai desgastando a terra”, explica.

Edmar Pereira da Silva também tem medo que uma tragédia aconteça. “Moro aqui há 26 anos e esse é um pedido antigo. Precisamos do muro para melhorar a encosta e evitar que as casas desmoronem”, diz.

Outro que espera que a obra seja feita é Minervino Luiz Coelho, que reside na região há 22 anos. “Passamos aperto aqui. Pagamos IPTU, impostos e não somos atendidos. Fomos em diversas reuniões, só vem promessas e nada é resolvido. Enquanto isso, convivemos com o medo quando as chuvas fortes vêm. Já vi famílias terem que sair de casa por conta desse problema. Eu, graças a Deus nunca tive que passar por isso”, conta.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura da Serra que disse que a Secretaria de Obras já está fazendo um diagnóstico da área para iniciar os serviços no bairro.

Rede pluvial

A outra reclamação dos moradores é a falta de rede de drenagem e pavimentação nas ruas Filipinas e Paraguai. Segundo o presidente da comunidade, Jorge Luiz Gomes, a obra já foi orçada e teve empresa que ganhou a licitação, mas não foi feita. “A obra foi orçada em R$ 175.716.24 e a empresa que ganhou a licitação foi a Contek Engenharia, no entanto, a obra ainda não saiu do papel”.

A Prefeitura da Serra disse que as obras de drenagem e pavimentação das ruas Filipinas e Paraguaia serão iniciadas até o primeiro semestre de 2019.




O que você acha ?

Os novos investimentos ambientais anunciados por Vale e Arcelor vão reduzir o pó preto?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por