20 C
Serra
quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Mirando o futuro pelo retrovisor

Leia também

Defesa Civil emite alerta de alagamentos para a Serra

A Defesa Civil Estadual emitiu um alerta de alagamentos para a Serra. Segundo previsão do Instituto Nacional de Pesquisas...

Chuva forte deixa casas interditadas e 7 desalojados na Serra em 24h

Por conta das fortes chuvas registradas nas últimas 24 horas, a Serra já possui duas casas interditadas e sete...

Vidigal negocia com PT e PSL no mesmo palanque para tentar ser prefeito pela 4º vez

Pré-candidato a prefeito da Serra pela 7º vez em 28 anos, Sérgio Vidigal (PDT) trabalha um arco de aliança...
Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal, principalmente Economia e Meio Ambiente, das quais é o responsável.

O ano velho está terminando e o novo já bate à porta. Foi marcante este 2019 na Serra em diversas frentes que viraram notícia nas paginas impressas ou eletrônicas do Tempo Novo. Fatos que dão pistas do que se esperar em 2020.

Nas questões do meio ambiente, 2019 começou com o preocupante incêndio em depósito de material radioativo da Petrobrás no TIMS. Seguiu com acúmulo de multas à Cesan e Ambiental Serra aplicadas pela Prefeitura por ineficiência na gestão do esgoto. A mesma Cesan que também virou alvo dos serranos por mandar água tratada salgada, com cor e cheiros alterados para a região da Serra Sede. Foi marcado também pelas denúncias de invasões à APA Jacuném por empresas no Civit II. E ainda pela fragilização das políticas ambientais do país pelo governo Bolsonaro, o que indica um 2020 pouco promissor.

Na política, foi ano de intensa movimentação visando as eleições municipais de 2020. Muitos nomes sendo ventilados para suceder o prefeito Audifax, ao passo que aumentou a polarização deste com Sérgio Vidigal. Vide os problemas entre o executivo municipal e a Câmara de Vereadores. Situação por hora pacificada, mas que pode – e deve – ter novos rounds ano que vem.

Há vários polos – Audifax, Vidigal, Casagrande/Bruno Lamas e Vandinho na política local no jogo eleitoral. Polos que podem se juntar para combater em bloco os adversários. Por hora, o principal projeto de Audifax parece ser o de impedir a vitória de Vidigal.

Na economia, o escancarar do declínio do arranjo minero siderúrgico. Redução da produção em Tubarão em decorrência ao rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, timidez do setor quanto ao retorno da Samarco, negativa da Vale em fazer ferrovia no litoral do ES e construir no Centro Oeste. Por outro lado, os setores de serviço e logística indicam novo rumo para Serra e ES. Vem aí porto em Aracruz e Contorno do Mestre Álvaro.

Na segurança pública comemorou-se queda dos homicídios. Mas que não refletiram na sensação de segurança. Assaltos em ônibus e nas ruas, crimes contra patrimônio e o famigerado feminicídio estiveram em alta.

Na cultura, a aparição do cantor mirim Jeremias Reis a partir de um projeto social. Alvissareiras também as notícias de restauração do sítio histórico de São José do Queimado e da Igreja Reis Magos em Nova Almeida. E de intensa programação no centro cultural Elisiário Rangel.

No Esporte, o Serra não conquistou nada no futebol masculino profissional. Mas no sub 20 foi campeão capixaba e joga a Copa SP em janeiro. O feminino empolgou ao ir às semifinais do Capixabão. A cidade mandou dois atletas para o Flamengo. O atacante Lincoln, de Feu Rosa, que até jogou a final do Mundial no sábado (21). E o zagueiro Jhonatan, de Central Carapina, jovem da base que sobreviveu ao incêndio que matou 10 garotos no alojamento Rubro Negro.

 

Comentários

Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal, principalmente Economia e Meio Ambiente, das quais é o responsável.

Mais notícias

Chuva forte deixa casas interditadas e 7 desalojados na Serra em 24h

Por conta das fortes chuvas registradas nas últimas 24 horas, a Serra já possui duas casas interditadas e sete moradores desalojados. As informações foram...

Vidigal negocia com PT e PSL no mesmo palanque para tentar ser prefeito pela 4º vez

Pré-candidato a prefeito da Serra pela 7º vez em 28 anos, Sérgio Vidigal (PDT) trabalha um arco de aliança amplo. Confirmados no palanque estão:...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!