18.8 C
Serra
quinta-feira, 28 de Maio de 2020

Ideologização do Chaves

Leia também

Fábio Duarte, escolhido por Audifax para ser o seu sucessor, fala um pouco da sua história

Administrar uma Prefeitura como a da Serra, o município mais populoso do Estado, não é para qualquer um. Suceder...

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas....

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mal saiu a notícia do falecimento do ator mexicano Roberto Bolaños, criador dos personagens Chaves e Chapolin, para os comunistas ridicularizem o luto. Vídeos com o ator fazendo campanha pela vida e contra o aborto começaram a se espalhar com o objeto de rotular o ator como machista.

Até um jornal de grande circulação em São Paulo publicou textos humilhando o ator, alegando que o programa Chaves é de um humor com “roteiros estúpidos”, e que a história do pobre menino que morava em um barril criticava o sistema capitalista explorador porque um “burguês”, o Seu Barriga, sempre cobrava o aluguel do pobre Seu Madruga. Para descontrair, recordo que o Seu Madruga sempre teve dinheiro para suas viagens para Acapulco com toda a turma da vila, mas não para o aluguel.

O pior é que muitas pessoas caem neste discurso que tem como único objetivo fazer uma lavagem cerebral e separar a população entre os que apoiam o governo e os que são “traidores”.

Estamos criando um novo padrão de “politicamente correto”, no caso, é aquele que ignora a inflação, ignora a desvalorização da nossa moeda, ignora os milhões de mortos nas ditaduras e despreza nossos vizinhos que sofrem na Venezuela e em Cuba e defende fielmente a ideologia comunista.

O fato é que não se respeita mais nada, nem o luto. Afinal, gostando ou não do programa, são milhões de crianças beneficiadas com um humor simples, sem palavrões, sem nudez. Por isso eu vou continuar torcendo para que as reprises sejam eternas. Uma viúva chora o luto, mas para muitos é mais importante passar por cima do respeito e aproveitar para fazer publicidade política.

Mais triste do que a morte de Roberto Bolaños é saber que o comunismo ainda tem seguidores fanáticos e determinados, e são muitos. Será que é “sem querer querendo” que este discurso se espalha no Brasil?

 

 

Comentários

Mais notícias

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas. Houve redução de 31% na...

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na madrugada desta quarta-feira (27), no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!