Partido Novo recua e não vai lançar candidatos a vereador e prefeito na Serra

0

Em 2020 não haverá candidatos a vereador e prefeito da Serra pelo partido Novo. Isso porque a sigla não atingiu as metas estabelecidas pela direção nacional e, portanto, não recebeu autorização para instituir um diretório municipal. Isso deve acarretar em desfiliações daqueles que almejam ser candidato, causando debandada no partido. O Novo é a sigla do ex-presidenciável João Amoêdo.

No registro da ata partidária, que selou o destino do Novo para 2020, está descrito que o partido na Serra não “poderá lançar candidatos para Prefeito e Vereadores no pleito, visto não ter alcançado o número de 150 filiados ativos no dia 15 de junho, e não consolidando a meta estabelecida na apuração final feita pelo Diretório Nacional do NOVO em 20 de junho”.

Na prática o partido precisava de 150 filiados ativos até a data citada acima. Estes filiados contribuem mensalmente com o valor de R$ 29,80, condição necessária uma vez que o partido não utiliza verbas públicas para fazer campanha.

O grupo chegou momentaneamente a superar essa barreira de 150 filiados, no entanto, uma leva de inadimplentes acabou derrubando o número total de filiados ativos. Com isso, o Novo da Serra passou por uma espécie de malha fina pelo Diretório Nacional e não recebeu a autorização para fundar uma agremiação local, o que inviabiliza o planejamento de lançar candidatos.

Comentários