24 C
Serra
domingo, 17 de novembro de 2019

Desapreço por Laranjeiras  

Leia também

Óleo já está em Nova Almeida e Jacaraípe e ameaça também água de serranos

Aconteceu. O petróleo que contamina há mais de dois meses a costa do Nordeste chegou às praias da Serra....

Você adoça seu cafezinho?

Considerando que você utilize um sachê tradicional de 5 gramas por xícara e por dia consuma 3 xícaras de...

Barro na água faz Cesan interromper abastecimento na Serra

Os moradores da Serra, Fundão e Viana  vão ficar sem água nesta sexta-feira (15). Isto porque tem muito barro...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Bruno Lyra

Desde que a Serra entrou na sua fase industrial, em meados da década de 1970, e que a transformaria na maior cidade do Espírito Santo, Laranjeiras virou bairro de referência não só para quem mora no município, mas também para quem vem de fora.

O que não blindou a localidade de alguns desleixos absurdos. O primeiro deles é o depósito de carros apreendidos pela polícia. Poucos meses depois de solucionar o problema na calçada da delegacia, o governo estadual agora não consegue impedir que o terreno vizinho ao terminal de Laranjeiras – do outro lado da importante Avenida Civit – vire depósito de veículos.

Um problema que vai muito além da estética. Carros e motos amontoados servem de abrigo para malfeitores, contaminam o meio ambiente e inutilizam um terreno nobre. Sem contar que os veículos sob a responsabilidade estatal sequer ficam livres de saqueadores.

Outro desleixo está ali ao lado, no terminal do Transcol. E por pouco não vira tragédia. Por duas ocasiões – uma em 2017 e outra no último dia 06 de março –, ônibus descontrolados desceram da área interna do estacionamento da plataforma rodoviária, passaram sobre a calçada e ficaram atravessados no meio da Avenida Civit. Com a palavra sobre a solução para evitar novos acidentes, a Ceturb. A autarquia estadual é a responsável pelo Sistema Transcol.

E entre as avenidas Civit e BNH, mais um símbolo do desapreço por Laranjeiras. As ruínas daquele que já foi o maior colégio público da Serra: a Escola Estadual Aristóbulo Barbosa Leão. De uma reforma iniciada em 2012 e paralisada em 2014, sobrou um terreno cheio de mato e de entulho oriundo da demolição do antigo prédio. Um problema sanitário e de segurança, uma vez que o ambiente está sem vigilância e com livre acesso. Sem contar o impacto aos alunos e suas famílias e aos profissionais da instituição, que desde 2012 funciona num prédio cheio de problemas em Jardim Limoeiro.

E como não falar do estádio da Associação de Moradores, desfigurado pela voraz instalação de imóveis comerciais em seu entorno e em terrenos da comunidade? Problema que deu combustível à discórdia no movimento comunitário, que agora, por decisão judicial, teve o grupo político trocado. Uma das plataformas do grupo que ascendeu é a recuperação do campo. Só o tempo dirá se essas novas lideranças estarão à altura do que Laranjeiras representa para a Serra.  

Comentários

Artigo anteriorAbaixo a cultura
Próximo artigoQuem quer ser um estadista?

Mais notícias

Você adoça seu cafezinho?

Considerando que você utilize um sachê tradicional de 5 gramas por xícara e por dia consuma 3 xícaras de café, seu consumo diário de...

Barro na água faz Cesan interromper abastecimento na Serra

Os moradores da Serra, Fundão e Viana  vão ficar sem água nesta sexta-feira (15). Isto porque tem muito barro na água  e a alta...

Chuva alaga Vale e eleva risco de vazamento de rejeitos em Tubarão

Localizada na divisa entre Serra e Vitória, a planta industrial de Tubarão da Vale também não escapou dos alagamentos que atingem o ES por...

Fortes chuvas deixam 72 pessoas desalojadas no ES

Apesar de não ter causado grandes estragos na Serra, as fortes chuvas que estão caindo no Espírito Santo desde a madrugada da última quarta-feira...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!