23.7 C
Serra
sábado, 16 outubro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Veja bairros | Campanha de vacinação antirrábica começa neste sábado na Serra

Leia também

Câmara da Serra lança campanha para arrecadar e distribuir absorventes íntimos

A discussão sobre pobreza menstrual mobilizou a Mesa Diretora da Câmara da Serra. O presidente da Casa, vereador Rodrigo...

Serrana consegue anular dívida de R$ 14 mil após procurar ajuda no Procon-Ales

Com base na Lei 11.353, de autoria do deputado Vandinho Leite, que diz que moradores atuais das residências não...

Vidigal anuncia programa para castração e recolhimento de cães e gatos no município

O prefeito da Serra, Sérgio Vidigal, anunciou na tarde desta sexta-feira (15) que está criando, por meio da secretaria...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A vacina antirrábica é gratuita e protege contra a raiva, uma doença que pode ser transmitida para humanos. Foto: Divulgação

Começa no próximo sábado (16) e domingo (17) a Campanha de Vacinação Antirrábica Canina e Felina nos bairros da Serra. A imunização segue até o dia 24 de outubro; sendo que o Dia D de mobilização nacional contra a zoonose é no dia 23 de outubro. Na Serra, serão mais de 200 postos de vacinação espalhados pelos bairros do município atendendo das 7 às 17 horas.

A vacina antirrábica é gratuita e protege contra a raiva, uma doença que pode ser transmitida para humanos.

O pontapé inicial  da imunização será pela região da Serra Sede no sábado (16) e atenderá os bairros Barra Branco, Mestre Álvaro, Nova Carapina I e II, Campinho da Serra I e II, Vista da Serra I e II, Planalto Serrano, Bairro Continental, Caçaroca, São Lourenço, Santo Antônio, Cascata, Serra Sede, São Marco I, II e III, Nossa Senhora da Conceição, Jardim da Serra, Jardim Guanabara, Residencial Centro da Serra I e II, São Domingos, Bairro Palmeira, Jardim Bela Vista, Divinópolis e Jardim Limoeiro. Confira o cronograma no final da matéria.

Já no domingo (17), a equipe da Vigilância Ambiental em Saúde (VAS) estará na região de Jacaraípe e Nova Almeida atendendo aos bairros Parque das Gaivotas, Serramar, Praiamar, Nova Almeida, Bairro Novo, Morro de São João, Marbela, Costa Bela, Enseada de Jacaraípe, Magistrado, São Francisco, Bairro das Laranjeiras, Jardim Atlântico, Residencial Jacaraípe (costa Dourada), Lagoa de Jacaraípe, Portal de Jacaraípe, Praia da Baleia (Conjunto Jacaraípe), Castelândia, Parque Jacaraípe, São Patrício, Estância Monazítica, Manguinhos, Bicanga, Balneário de Carapebus, Cidade Continental, Carapebus, Lagoa de Carapebus e Jardim  Limoeiro. Confira o cronograma no final da matéria.

A campanha continua no próximo dia 23 (sábado) nos bairros Feu Rosa, Alterosa, vila Nova de Colares, Morada de Laranjeiras, Solar de Laranjeiras, Portal de Manguinhos, Guaraciaba, Chácara Parreiral, Camará, Jardim Limoeiro, São Diogo I e II, Novo Horizonte, São Geraldo, Manoel Plaza, Rosário de Fátima, Eurico Salles, Carapina I, Bairro de Fátima, Jardim Carapina, Boa vista, André Carloni, Carapina Grande, Diamantina, Central Carapina e Jardim Limoeiro. Confira o cronograma no final da matéria.

Já no domingo (24), é a vez dos bairros Jardim Tropical, Cantinho do Céu, José de Anchieta I e II, Solar de Anchieta, Residencial Vista do Mestre, Laranjeiras Velha, Valparaíso, Parque Residencial Laranjeiras,  Chico City, Colina de Laranjeiras, Taquara I e II, Barcelona, Maringá, Mata da Serra, Porto Canoa, Planície da Serra, Residencial Tubarão, Serra Dourada I, II e III, Novo Porto Canoa, Eldorado, Cidade Pomar e Jardim Limoeiro. Confira o cronograma no final da matéria.

É recomendado levar a carteira de vacinação do animal, caso possua. E ainda caixa de transporte ou coleira e guia. Se o cão for agressivo, recomenda-se o uso de focinheira. A vacinação deve ser realizada anualmente a partir de quatro meses de idade.

A campanha anual é uma das ações mais eficazes do Programa de Controle e Profilaxia da Raiva. Isso porque em curto espaço de tempo um grande número de animais é vacinado, formando uma barreira imunológica capaz de interromper a transmissão da raiva nas populações canina e felina de uma comunidade, protegendo, assim, a população humana.

O Espírito  Santo não registra casos de raiva humana deste 2003, e raiva animal desde 2011.

Vacinação na região rural

No último sábado (02), as equipes da Vigilância Ambiental em Saúde já começaram a vacinar os cãezinhos e gatinhos da Serra. Pela primeira vez, a ação aconteceu nas comunidades atendidas pela Unidade de Saúde Itinerante. A vacinação foi realizada por 40 servidores da Saúde, que, em pontos distribuídos pelas comunidades de Muribeca, Cidade Nova da Serra, Pitanga, Belvedere, Chapada Grande, Putiri, Santiago da Serra. Foram vacinados 889 animais. Desses, 721 cães e 168 gatos.

A campanha antirrábica também já começou, desde setembro, na área rural. As equipes de vacinação estão fazendo uma busca ativa de cães e gatos nas propriedades rurais da Serra. A ação continua, e, pela experiência das equipes, deve durar uns 40 dias.

Sintomas da raiva

A raiva tem duas formas de manifestação, dependendo a variante do vírus que acomete o animal: furiosa e paralitica. Após o início dos sintomas, a doença pode durar uma média de dois a cinco dias com resultado de óbito em 100% dos casos.

Os principais sintomas são: excitação, agressividade, medo, dificuldade de engolir, salivação, falta de coordenação dos membros e paralisia.

Confira o cronograma completo na Serra:

CARTAZ_BAIRRO_DIA

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!