Usuários reclamam de más condições de posto de saúde

0
Unidade de Saúde de Laranjeiras: paredes mofadas, reboco caindo, mosquitos e falta de acessibilidade são alguns dos problemas. Foto: Gabriel Almeida
Unidade de Saúde de Laranjeiras: paredes mofadas, reboco caindo, mosquitos e falta de acessibilidade são alguns dos problemas. Foto: Gabriel Almeida

Gabriel Almeida

Em condições precárias. Assim está segundo moradores, as condições da Unidade de Saúde do Parque Residencial Laranjeiras. Infestação de mosquitos, paredes mofadas, falta de acessibilidade entre outros problemas atrapalham quem precisa de atendimento no posto do bairro.

Segundo a moradora Evinlin Pereira enquanto o paciente espera o atendimento os mosquitos fazem a festa. “Você vai com algum problema e pode sair com uma Dengue ou Zika. É uma verdadeira infestação de mosquitos no posto”, reclama.

Evinlin denuncia ainda que paredes da unidade estão mofadas. “Há muitos anos a unidade não tem uma manutenção. As paredes estão todas mofadas e com o reboco caindo”, detalha.

Outro morador que preferiu não se identificar disse que a falta de acessibilidade no local é grande. “A rampa de entrada é toda mau feita. Começa cheia de buracos e termina muito inclinada. Não entendo como um posto de saúde construí uma rampa dessa”, lamenta o usuário.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura da Serra que disse que o município identificou junto com a comunidade uma área para construção de uma nova unidade de saúde em substituição à atual. Será uma unidade maior, com capacidade de atender aos moradores da região.

Em relação aos mosquitos, o carro fumacê percorreu o bairro Parque Residencial Laranjeiras no dia 02 de abril e o retorno está previsto para 15 dias.

Comentários