26.6 C
Serra
domingo, 26 de janeiro de 2020

Reforma de praça e pintura de escola como opção para empresa pagar dívida na Serra

Leia também

Câmara da Serra pode ganhar mais um vereador

Nova decisão da Justiça vai promover alterações na Câmara da Serra. O juiz substituto Leonardo Mannarino Teixeira Lopes, da...

PRTB elege nova diretoria e promete candidatura majoritária na Serra

Atentas ao calendário eleitoral 2020, lideranças do PRTB capixaba estão promovendo mudanças nos comandos da legenda em diversos município...

Chuvas | Serra antecipa limpeza de bueiros e valas

Áreas de instabilidade se intensificaram sobre o mar e avançaram para o Espírito Santo espalhando nuvens carregadas sobre algumas...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A lei sancionada pelo prefeito Audifax Barcelos trata da conversão de multas em serviços, obras e materiais. Foto: Divulgação Agência Brasil

Devedores de multas e impostos, como ISS, IPTU e ITBI, poderão negociar com a Prefeitura da Serra e realizar serviços, como reforma de praças, pintura de escolas e realização de exames, por exemplo, como forma de quitar seus débitos.

A lei 4.671, sancionada pelo prefeito Audifax Barcelos e publicada na sexta-feira (14), no Diário Oficial dos Municípios do Espírito Santo, traz dois capítulos sobre o tema.

O capítulo XIV trata da conversão de multas em serviços, obras e materiais. O contribuinte que deve multa ao município poderá firmar um termo de compromisso para converter o valor total ou parcial em obras, serviços e materiais, a critério da administração, desde que estes sejam equivalentes ao valor da penalidade atualizada.

Para isso, segundo a lei, será preciso fazer pedido formal ao secretário da pasta à qual está vinculada a multa. Ele vai avaliar a conveniência e indicará que tipo de serviço, obra ou material servirá para a conversão. Enquanto durar o processo, o pagamento da multa ficará suspenso.

Se o pedido for aceito, o devedor deverá assinar um termo de compromisso com metas e obrigações a serem cumpridas. Caso o termo seja descumprido, a conversão será cancelada e uma multa de até 100% do valor atualizado da penalidade será aplicada.

Já o capítulo XIX da lei autoriza o Poder Executivo a negociar compensações e transações com Pessoas Jurídicas que devem impostos e estão inscritas em dívida ativa no município, desde que isso seja de interesse da Fazenda Municipal. Até 100% do débito poderá ser compensado com serviços (que ainda serão definidos em decreto). A parte que não for compensada será cobrada pelo município.

Para realizar a troca, o contribuinte terá de fazer um pedido à Secretaria da Fazenda reconhecendo sua dívida. O valor do débito será corrigido até a data em que for celebrada a transação. As informações são da assessoria de comunicação da Prefeitura da Serra.

Comentários

Mais notícias

PRTB elege nova diretoria e promete candidatura majoritária na Serra

Atentas ao calendário eleitoral 2020, lideranças do PRTB capixaba estão promovendo mudanças nos comandos da legenda em diversos município capixabas. E as alterações se...

Chuvas | Serra antecipa limpeza de bueiros e valas

Áreas de instabilidade se intensificaram sobre o mar e avançaram para o Espírito Santo espalhando nuvens carregadas sobre algumas regiões do estado próximas do...

Cinquenta voluntários da Serra vão ajudar na limpeza de Iconha

Muitas doações de produtos de limpeza, alimentos e roupas estão chegando ao município de Iconha, devastado por chuvas que atingiram o sul do Espírito...

Morador pede bueiros em ruas de Portal de Jacaraípe – Confira no ‘Pronto, Flagrei’

Morador do bairro Portal de Jacaraípe, Cleiton Luiz, reclama da ausência de bueiros em diversas ruas da comunidade. Segundo ele, basta chover um pouco mais...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem