25 C
Serra
sábado, 04 de abril de 2020

Prefeito reclama da manutenção na BR 101 em Brasilia

Leia também

MPF recomenda ao Governo do ES proibir a presença de pessoas em celebrações religiosas

Única exceção seria em relação às pessoas estritamente necessárias à realização do ato, bem como às indispensáveis para transmissão...

Coronavírus: 23 pessoas estão curadas no Espírito Santo, diz Secretaria de Saúde

Dos 153 casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, 23 pacientes já estão curados da doença. A afirmação é...

Petiscaria da Serra oferece delivery de chopp, churrasco e porções na quarentena

Conteúdo patrocinado Não é a restrição imposta aos bares por força da pandemia que vai impedir o morador da Grande...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Praça do pedágio serra ES
Praça do pedágio, um dos sete pontos de cobrança no Estado fica na Serra, na região de Chapada Grande

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) foi palco de uma reunião com representantes do órgão e o prefeito da Serra, Audifax Barcelos (PSB). Em pauta a gestão da Eco 101 no trecho da BR 101 na Serra. Entre as reinvindicações, a cobrança por melhorias na drenagem e a limpeza da BR 101. Os alagamentos também foram destacados.

“Estamos insatisfeitos com os serviços e procuramos ANTT que fiscaliza o contrato de concessão para pedir providências. A limpeza da rede de drenagem poderia ter amenizado os alagamentos”, afirmou Audifax.

Sobre o assunto, a superintendente de Exploração de Infraestrutura Rodoviária da ANTT, Viviane Esse, disse que irá cobrar da Eco 101 as providências contratuais.

O deputado federal Paulo Foletto (PSB), que participou da audiência, confirmou que o prefeito encontra dificuldades de contato com a Eco 101 e “A ANTT se comprometeu a cobrar da concessionária o cumprimento dos compromissos”, acrescentou o deputado.

 

O outro lado

Por meio de nota, a assessoria de imprensa da Eco101 informou que não foi notificada pela ANTT. Frisou ainda que a concessionária cumpre com todas as obrigações contratuais de limpeza e conservação do trecho sob concessão.

Lembrou que a previsão inicial do contrato de concessão era de que o trecho administrado pela Eco 101 seria operado pelo Contorno do Mestre Álvaro desde 2013. Por isso, as obras de ampliação e adequação do trecho urbano da Serra não estavam previstas no contrato de concessão.

Comentários

Mais notícias

Coronavírus: 23 pessoas estão curadas no Espírito Santo, diz Secretaria de Saúde

Dos 153 casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, 23 pacientes já estão curados da doença. A afirmação é da Secretaria de Estado da...

Petiscaria da Serra oferece delivery de chopp, churrasco e porções na quarentena

Conteúdo patrocinado Não é a restrição imposta aos bares por força da pandemia que vai impedir o morador da Grande Laranjeiras, na Serra, de curtir...

Urgente | Serra tem 27 casos confirmados do novo coronavírus

Subiu novamente o número de casos confirmados do novo coronavírus na Serra. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da...

Com mais uma morte, ES registra cinco óbitos por coronavírus

Mais uma pessoa morreu no Espírito Santo por causa do novo coronavírus. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem