28.1 C
Serra
quinta-feira, 09 de julho de 2020

Picolé detox vira negócio para jovem de Jardim Tropical

Leia também

Articulação de Amaro traz R$ 1.5 milhão extra para enfrentar coronavírus na Serra

O combate à pandemia do novo coronavírus nos municípios capixabas vai receber reforço com o envio de recursos extras...

CPI resgata cavalo a beira da morte em Cariacica

O resgate aconteceu na quarta-feira (8). Foto: Divulgação Na noite da última quarta-feira, dia 8, a CPI dos Maus-Tratos Contra...

Serra registra aumento de 40% de resgates de animais

Com a pandemia do novo coronavírus, mais pessoas têm ficado em casa e mais animais silvestres têm aparecido nas...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O casal empreendedor Elieder Souza e Camila Matos conseguem            tirar até R$ 1 mil por semana com a venda dos picolés desintoxicantes. Foto: Divulgação
O casal empreendedor Elieder Souza e Camila Matos conseguem tirar até R$ 1 mil por semana com a venda dos picolés desintoxicantes. Foto: Divulgação

Gabriel Almeida

Muita gente vem aderindo à onda dos alimentos considerados desintoxicantes, os chamados detox. De olho na demanda desse público e no calorão que reina quase que o ano inteiro na Grande Vitória, a jovem empreendedora de Jardim Tropical, Kamila Matos, decidiu produzir picolés detox no bairro.

Segundo Kamila, a ideia de investir no projeto surgiu quando ela fazia um curso de empreendedorismo e lançou um piloto de chup-chup detox.

“No meu primeiro dia de venda em que fui na orla de Camburí vender o gelado, começou a chover e mesmo com o tempo frio as pessoas estavam comprando porque era detox”, conta.

A empresária disse que logo em seguida começou a investir no projeto dos picolés que atualmente rendem até R$ 1 mil por semana. “Dividimos quatros sabores em cores: o suco verde, amarelo, rosa e o roxo. Dos quatro, o que tem mais caloria é o roxo, com apenas 39. Os picolés são feitos com água de coco e a unidade sai a R$ 4”, detalha.

Ela conta com apoio do esposo, Elieder Souza para levar os negócios em frente.

Para encomendar o produto é só ligar para o telefone: 27 99612-6032. O produto só é vendido por encomenda e acima de 20 unidades.

Comentários

Mais notícias

CPI resgata cavalo a beira da morte em Cariacica

O resgate aconteceu na quarta-feira (8). Foto: Divulgação Na noite da última quarta-feira, dia 8, a CPI dos Maus-Tratos Contra os Animais da Assembleia Legislativa,...

Serra registra aumento de 40% de resgates de animais

Com a pandemia do novo coronavírus, mais pessoas têm ficado em casa e mais animais silvestres têm aparecido nas áreas urbanas. É o que...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!