23.4 C
Serra
quinta-feira, 06 de agosto de 2020

Os pontos com maior risco de afogamento nas praias da Serra

Leia também

Nuvem com aparência de tornado chama atenção entre Vitória e Serra

Uma nuvem com um formato diferente sobre o mar na Ponta de Tubarão, perto da divisa entre Vitória e...

Mesmo com 11 mil infectados pela Covid-19 na Serra, ruas de Laranjeiras ficam lotadas

Com menos da metade da população respeitando as medidas de isolamento social em meio à pandemia causada pelo coronavírus,...

Idoso é atropelado na Serra após se desequilibrar e cair na rua

Um idoso morreu na Serra na noite da última quarta (5) após cair e ser atropelado por um caminhão....
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Na Praia de Carapebus, banhistas devem tomar cuidado com dois pontos. Foto: Gabriel Almeida

O verão está ‘pocando’ nos balneários da Serra. Até o final do Carnaval, em fevereiro, o município deve receber 250 mil turistas, segundo a Prefeitura da Serra, muitos deles irão curtir  um banho de mar para se refrescar do calor. Mas, os banhistas devem ter atenção com os pontos de maior risco de afogamento nas praias da cidade, que ao todo são seis.

De acordo com a Prefeitura da Serra, a principal orientação é ficar próximo aos postos dos guarda-vidas, pois mesmo locais com mar calmo podem oferecer riscos. Apesar disso, o Município divulgou os locais mais perigosos para garantir ainda mais segurança aos moradores e visitantes que querem curtir uma praia.

Um dos pontos com maior perigo fica em Praia de Carapebus, próximo ao Silva’s Restaurante. O outro fica no mesmo balneário, no trecho da lagoa, principalmente quando a mesma está cheia.

Já em Jacaraípe, os banhistas devem evitar o banho de mar nos pontos conhecidos como Berro D´Água, Travessias e Baiana. Segundo a Prefeitura, muitos buracos se formam nesses locais.

E por último, a atenção deve ser redobrada também em Nova Almeida, próximo a boca do rio, isso por conta do encontro entre mar e rio. O Município informou que todos esses pontos contam com postos de guardas-vidas.

A Prefeitura informou ainda ao TEMPO NOVO que a cidade conta com 89 guarda-vidas, que atuam em 22 postos distribuídos ao longo das praias de Carapebus, Bicanga, Manguinhos, Jacaraípe e Nova Almeida.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social para saber quantos afogamentos ocorreram na Serra em 2019 e se já houve algum registro neste ano, mas até o momento não obteve resposta. Assim que a demanda for respondida, esta matéria será atualizada com as informações.

Comentários

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Mesmo com 11 mil infectados pela Covid-19 na Serra, ruas de Laranjeiras ficam lotadas

Com menos da metade da população respeitando as medidas de isolamento social em meio à pandemia causada pelo coronavírus, a Serra já registrou mais...

Idoso é atropelado na Serra após se desequilibrar e cair na rua

Um idoso morreu na Serra na noite da última quarta (5) após cair e ser atropelado por um caminhão. O acidente aconteceu, em Porto...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!