Serra, 22 de junho de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Geral

Serra, 23 de dezembro de 2016 às 9:20

“Não vou permitir que a Serra seja prejudicada no ES”


 

Bruno Lamas tem sido cotado para vir como deputado federal em 2018, mas afirma que seu projeto é a reeleição para estadual. Foto: Divulgação / Assembleia Legislativa

Clarice Poltronieri

Há pouco mais de uma semana para encerrar o ano, o deputado estadual Bruno Lamas concedeu uma entrevista ao Tempo Novo para fazer um balanção de 2016. Foram abordados o resultado das eleições deste ano, especulações para 2018, além da atuação do deputado na Assembleia Legislativa. Confira:

O que podemos esperar do deputado Bruno Lamas em 2017?

Intensificar junto ao Estado os investimentos da Serra. Precisamos retomar as obras das escolas, pois fala-se muito do Contorno do Mestre Álvaro, mas não podemos permitir apenas essa obra para 2017. Serei um deputado mais atuante no sentindo de cobrar os investimentos na Serra, cobrar a realização dos convênios com a prefeitura, para que possamos avançar.

O senhor vai entrar em seu terceiro ano de mandato como deputado, qual sua avaliação até o momento?

Sempre sonhei em ser deputado, mas chego no momento econômico mais difícil da história do nosso país. E com reflexos profundos no ES. Lutamos pelo Contorno do Mestre Álvaro, pelo Faça Fácil, recapeamento da Norte Sul, Contorno de Jacaraípe, a retomada da obra do ABL, mas o Estado não tem dinheiro. Isso retrata o momento difícil e infelizmente a Serra ainda não recebeu toda atenção que merece. Luto por isso desde quando fui eleito. Hartung é um grande gestor e mesmo nesse cenário tem conseguido honrar com a folha de pagamento, diferente de outros estados da Federação.

E sobre a sua produção legislativa?

Tenho muito a comemorar. Apresentamos mais de 20 propostas, dou destaque para lei do parcelamento do IPVA, que é um socorro às famílias. Além disso, aprovamos incentivos à doação de medula óssea. Também temos projeto na área do transporte coletivo, com o direito de idosos, menores de 5 anos e deficientes físicos no transporte intermunicipal gratuito.

E ações voltadas a Serra?

Tivemos bons debates na educação, executamos R$ 385 mil de emendas para escolas da Serra. Trabalhamos na regularização fundiária, para ajudar todos os moradores de Jardim Carapina a conseguir sua escritura. Todos os temas referentes a Serra sempre estive presente. Conseguimos pela primeira vez na história que nosso município conte com o maior efetivo policial, mais de 800 na rua, é uma grande conquista. Os índices de violência vêm caindo, isso é uma conquista do nosso mandato. 

E na área ambiental?

Combatemos a pesca predatória e debatemos muito tudo que envolve nossas lagoas. Na parte ambiental, o envolvimento que fizemos com a Cesan, o Iema, junto com o município e o Plano de Saneamento Básico. E com isso, nos próximos sete anos o serrano terá 100% do esgoto tratado e  coletado. Com isso nem 1 litro de esgoto será lançado em nossas lagoas. Atuação firme na defesa da Serra nos momentos de racionamento. No primeiro momento a Cesan deixou o serrano com o cotovelo no chão, e diante das nossas movimentações, a empresa teve que vir a público se explicar. Não vamos permitir que a Serra seja prejudicada em detrimento a outros municípios. 

Mesmo no PSB, partido do ex-governador Renato Casagrande, o senhor conseguiu manter um bom relacionamento com o Governador Hartung?

Sou filiado ao PSB há 19 anos, temos um bom diálogo com o governador Paulo Hartung, temos boa relação, com aprovações de matérias importantes, mas sem fazer grandes concessões. E registro a minha fidelidade ao meu partido, aos princípios da história do PSB e do ex-governador Casagrande.
 
Este ano o senhor ensaiou sair como candidato a prefeito da Serra e depois optou em apoiar o prefeito Audifax. Como você avalia esse processo eleitoral?

Vou completar em janeiro 17 anos de vida pública. Tenho 39 anos e muito orgulho da nossa trajetória e nunca escondi de ninguém o sonho de administrar essa cidade, a maior do estado.
Me preparei para que isso acontecesse em 2016 e tenho certeza que faríamos uma campanha limpa, forte e dentro das intenções da cidade, mas por fim, com meu partido, avaliamos que apostar no prefeito Audifax, em sua experiência, e ter uma continuidade do bom trabalho que vem sendo feito, optamos por apoia-lo. Tivemos uma eleição com sucesso, o PSB elegeu 2 vereadores e uma vice-prefeita.

Já se fala em uma possível aposentadoria do deputado federal Paulo Foletto (PSB), por várias razões. É possível que o senhor venha em 2018 na condição de candidato a deputado federal?

O Foletto é um amigo, está passando um momento difícil, um deputado que colocou R$ 1,6 milhão em emendas para a Serra. Existem conversas nesse sentido, só que eu posso dizer que não pretendo me afastar da minha cidade. Meu projeto é reeleição de estadual.

Em qual medida o prefeito Audifax vai apoiar este projeto em 2018?
Eu tenho convicção e certeza de poder contar com ele e com seu grupo político, e aliados no nosso projeto político. E acima de tudo temos a confiança um do outro, tudo pautado em cima de trabalho. Nós dois temos as mãos limpas e uma ótima sintonia e eu conto com sua participação sim.  

Qual deve ser o tamanho da participação do PSB nesta nova gestão Audifax?
O PSB naturalmente participará da gestão do prefeito Audifax, acredito que o partido ocupe duas pastas importantes para cidade, que passa pelo desenvolvimento do município.

E sobre a eleição da Mesa Diretora da Câmara da Serra, como o senhor, na condição de presidente municipal do PSB, vai se posicionar?
Apoiaremos uma chapa que queira o bem da cidade e que esteja acima da briga política, e vamos dar todo apoio a eleição de um presidente que não crie dificuldade. Uma cidade equilibrada passa por uma Câmara equilibrada. E essa oposição de alojamentos em sítios, relembrando a época que os deputados que se retiravam na época do Gratz, isso não cabe mais. 

Como o ex-governador Renato Casagrande deve se posicionar no tabuleiro eleitoral de 2018?
Darei suporte para qualquer decisão dele, mas espero que o caminho não seja de enfrentamento, sou daqueles que prega a união. Ele está preparado para voltar a ser governador, assim como senador. Então aquilo que ele decidir tem o meu apoio. Por enquanto não há nenhum direcionamento.




O que você acha ?

Você está animado para a Copa do Mundo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por