28.7 C
Serra
sábado, 22 janeiro - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Hospital Materno Infantil da Serra vai abrir processo seletivo para contratar profissionais

Leia também

Serra terá dois novos pontos de testagem de Covid-19 | Confira

Diante do crescente número de casos positivos de Covid-19 registrados nos últimos dias, a procura por testes aumentou e...

Avanço explosivo da Ômicron adoece 1.550 pessoas na Serra em 24h

A circulação da variante Ômicron em território capixaba tem causado um aumento explosivo de novos casos da Covid-19 na...

Serra volta para risco moderado e pode sofrer restrições devido ao avanço da Covid-19

Devido ao aumento de casos de coronavírus e mortes causadas por complicações da Covid-19, a Serra voltou a ser...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

A previsão é que o processo seletivo com todas as vagas disponíveis seja aberto ainda no mês de dezembro deste ano. Foto: Edson Reis

O prefeito da Serra, Sergio Vidigal (PDT), anunciou que o Hospital Materno Infantil, em Colina de Laranjeiras, será aberto ao público com pleno funcionamento de suas atividades em janeiro de 2022. Para que isso aconteça, o Município está realizando a contratação de uma Organização Social (OS) – que vai realizar o recrutamento de todos os profissionais e administrar a maternidade. A previsão é que o processo seletivo com todas as vagas disponíveis seja aberto ainda no mês de dezembro deste ano.

A previsão de início dos atendimentos na maternidade foi dada pelo chefe do Executivo municipal durante entrevista concedida ao Jornal Tempo Novo, no último dia 18. O prefeito confirmou que a unidade hospitalar terá uma gestão “privada”, através de Organização Social, contratada pela Prefeitura. Entretanto, ainda não se sabe qual será a instituição, já que o processo está em curso.

O Município explicou que ficará a cago da OS a definição do quantitativo de vagas de emprego disponibilizadas, de acordo com a demanda do serviço oferecido. Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde da Serra, os profissionais que hoje estão na Maternidade de Carapina poderão, se quiserem, atuar no hospital desde que sigam as regras da instituição gestora.

A oferta ocorre devido a transferência dos serviços da Maternidade de Carapina, que atualmente funciona em Jardim Limoeiro, para o Hospital Materno Infantil. Em janeiro, a unidade de Limoeiro será transformada em um centro de especialidades médicas e os atendimentos às gestantes serão centralizados em Colina de Laranjeiras.

De acordo com Vidigal, o Materno Infantil entrará em funcionamento como maternidade de risco habitual e risco alto. Também ofertará cirurgias pediátricas e ginecológicas, além de atendimento especializado às vítimas de violência sexual, através de um centro de referência. A previsão é que, no máximo, até janeiro de 2022 a unidade esteja aberta ao público e já realizando partos, além dos outros serviços.

“[Estamos transferindo para o hospital] a maternidade de risco habitual, que está em Carapina; terá também de risco alto, que talvez não atenda à demanda que o Estado precisa, mas pelo menos vai atender a Serra. E vamos incluir cirurgias ginecológicas. Serão 20 leitos para cirurgia ginecológica, além de dez leitos para cirurgia pediátrica. Teremos também um centro de referência para atender mulheres vítimas de violência sexual”, detalhou o prefeito.

O Materno Infantil vai oferecer, às famílias serranas, 174 leitos, entre maternidade de risco habitual, de risco alto e UTIs.

Processo seletivo

A contratação da OS que vai administrar o Materno Infantil ainda está acontecendo e, desta forma, não é possível ter informações concretas de quando o processo seletivo para recrutamento de profissionais será aberto. No entanto, a previsão é que isso aconteça em dezembro deste ano e, no mais tardar, no início de janeiro; isso levando em consideração ao prazo para início do funcionamento da maternidade.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!