22.3 C
Serra
quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Greve dos rodoviários: Escolas municipais irão funcionar normalmente na Serra

Leia também

“Vidigal expulsou vereadores do PDT para acomodar o filho na chapa para 2020”, denuncia Fábio Duarte

Após amargar a retirada do seu nome do quadro de filiados do PDT, o vereador Fabio Duarte (sem partido)...

Lideranças partidárias da Serra acham improvável a aliança PDT/Rede/PV/PSB nas eleições 2020

Lideranças partidárias do Espírito Santo acham pouco provável uma aliança entre Rede, PDT, PSB e PV, conforme declarou Ciro...

Capixabas participam da convenção do partido de Bolsonaro, em Brasília

Um grupo de capixabas está em Brasília para participar da primeira convenção do Aliança pelo Brasil, partido do presidente...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Prefeitura da Serra garante que todas unidades de ensino municipais irão funcionar nesta segunda (3). Foto: Divulgação

Com a greve dos rodoviários prevista para começar nesta segunda-feira (3), a Prefeitura da Serra anunciou que as aulas nas escolas municipais da Serra estão mantidas. A justificativa do município é que as unidades de ensino devem cumprir 200 dias letivos.

De acordo com a assessoria de comunicação do município, o funcionamento dos serviços de saúde também será mantido durante esta segunda-feira e por toda a semana. A prefeitura também afirmou que está se preparando para minimizar os efeitos da greve dos rodoviários.

O município está disponibilizando transporte e incentivando carona solidária e mesmo com a greve a prefeitura conta com a circulação da frota mínima obrigatória dos ônibus.

Paralisação                       

Os rodoviários confirmaram a greve nesta segunda-feira (3). A decisão foi anunciada durante uma reunião que aconteceu na manhã deste domingo (2). Os trabalhadores não aceitaram a proposta de 3% de reajuste que foi oferecida pelas empresas.

O Tribunal Regional do Trabalho determinou neste domingo que o Sindirodoviários mantenha 70% da frota dos ônibus em circulação nos horários de pico (das 6h às 9h e das 17h às 20h) e 50% nos demais horários. A decisão é do desembargador José Luiz Serafini.

O descumprimento da liminar, ainda que parcial, acarretará multa diária de R$ 200 mil. Na última sexta-feira (30), o TRT-ES realizou uma tentativa de conciliação, mas não houve acordo.

Os rodoviários confirmaram a greve que começa nesta segunda-feira (3). Foto: Agência Brasil

Polícia vai garantir circulação de ônibus durante a greve, diz secretário

Durante uma coletiva de imprensa realizada na tarde deste domingo (2), o secretário de Estado da Segurança Pública, Nylton Rodrigues, garantiu que a polícia estará nos terminais e nas garagens de ônibus para garantir a circulação da frota determinada pela Justiça. Leia mais clicando aqui.

Governador faz apelo a rodoviários

O governador Paulo Hartung também fez, através de um vídeo publicado em suas redes sociais, um apelo para que os rodoviários cumpram a decisão da Justiça de que 70% da frota dos ônibus circulem nos horários de pico. O governador ainda ressaltou que a população não tem culpa de nada. “De qualquer forma o transporte coletivo é essencial para o nosso povo. Por isso fica aqui o meu apelo. Não faz sentido impor a população que não tem culpa de nada um ônus tão grande para sua vida”, disse.

Veja o vídeo aqui.

Comentários

Mais notícias

Lideranças partidárias da Serra acham improvável a aliança PDT/Rede/PV/PSB nas eleições 2020

Lideranças partidárias do Espírito Santo acham pouco provável uma aliança entre Rede, PDT, PSB e PV, conforme declarou Ciro Gomes, líder do PDT, para...

Capixabas participam da convenção do partido de Bolsonaro, em Brasília

Um grupo de capixabas está em Brasília para participar da primeira convenção do Aliança pelo Brasil, partido do presidente da República, Jair Bolsonaro. O...

Serranos participam de seletiva de Vôlei Adaptado em Vitória

Eles têm 50, 60 e até 70 anos, mas, com uma vitalidade de dar inveja em muito marmanjo por aí. Esses são os vovôs...

Ministério público pede perda de mandato e de direitos políticos para Geraldinho Feu Rosa

Vereador de primeiro mandato, Geraldinho pode ter que ficar cinco anos sem disputar as eleições

Você também pode ler

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!