20 C
Serra
quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Empresária da Serra aposta em festa de casamento coletivo

Leia também

Vidigal promete vigiar poluição do ar, ampliar reservas ambientais e revisar PPP do esgoto

Com a bagagem de já ter sido prefeito três vezes da Serra Sérgio Vidigal (PDT) volta a disputar o...

Com 133 casos em nove meses, assassinatos crescem 30% na Serra  

A violência não dá trégua na Serra. Entre janeiro e setembro, 133 pessoas foram assassinadas na cidade, numero 30%...

Time de Colina de Laranjeiras é o campeão do Brasileiro da Serra

O Colina Futebol Clube é o atual campeão Brasileiro da Serra. Criado em 2017, time de futebol amador tem...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Célia enxergou oportunidade nas cerimônias de casamento coletivo na cidade. Foto: Divulgação

O casamento é um momento marcante para quem escolheu dividir o dia a dia com seu par. A ‘hora do sim’ é tão aguardada quanto o momento da festança. Mas, para muitos casais, a festa é sonho distante por conta do preço. É aí que entra a iniciativa da empresária serrana Célia Regina Arrigoni, dona do Arrigoni Buffet, que criou a festa para casamento coletivo.

“A proposta é dar uma oportunidade aos noivos do casamento comunitário para participarem de uma grande festa”, explica. Segundo ela, festa em formato coletivo reduz significativamente o custo para o casal celebrar o momento de união. 

“Muitos chegam ao ponto de desistir de uma festa, ou, para realizar uma, abdicam de viajar ou de realizar outros projetos. Sei de casamentos adiados indefinidamente, até o casal se aproximar do orçamento viável para a realização de uma festa”, relata Célia.

Outro obstáculo é que muitos espaços de eventos exigem um número mínimo de convidados e oferecem muitas regras que podem confundir ou até onerar os noivos. “O que ofereço é a possibilidade de uma festa pronta para qualquer número acima de 10 pessoas que os noivos quiserem ou puderem convidar, sem ter que abrir mão de outros planos”, ressalta. Célia.

As primeiras festas de casamento coletivo têm previsão de acontecer nos meses nos próximos meses de agosto, novembro e janeiro no Chico Bento, em Manguinhos, e na Chácara Flora, no Bairro Camará. O pacote da festa inclui bebidas, bolo, Buffet com comida, garçons e utensílios; cerimonialistas; decoração; DJs e bandas; fotos ao vivo e fotógrafo (com direito a 20 fotos por casal); recepção e seguranças.

“Com esta proposta, os noivos se planejam para uma das datas que mais lhes convierem, terão o sonho da festa realizada e ainda com registros em fotos e vídeos para relembrar por toda a vida”, diz Célia Regina, que destacou, ainda, ser possível pagar em até 10 vezes no cartão de crédito.

Mais informações no Email:[email protected] Telefone/Whatsapp: 9.9963-6080

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Com 133 casos em nove meses, assassinatos crescem 30% na Serra  

A violência não dá trégua na Serra. Entre janeiro e setembro, 133 pessoas foram assassinadas na cidade, numero 30% maior que no mesmo período...

Time de Colina de Laranjeiras é o campeão do Brasileiro da Serra

O Colina Futebol Clube é o atual campeão Brasileiro da Serra. Criado em 2017, time de futebol amador tem três anos de história, mas...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!