22.7 C
Serra
terça-feira, 11 de agosto de 2020

Empresa que atua na Serra recebe premiação nacional com reúso de esgoto

Leia também

Mais de 88% dos moradores da Serra infectados pela Covid-19 já estão curados

Com a diminuição nos números de mortes e casos confirmados de coronavírus, a Serra também tem registrado um aumento...

Retorno das aulas presenciais preocupa autoridades do Estado

Autoridades políticas criticam o anúncio do governo do Estado de que deve retornar as aulas, após o período de...

Opinião: professora diz que retorno às aulas é irresponsabilidade e vai expor profissionais e alunos ao coronavírus

* Fabíola dos Santos Cerqueira | Professora de Sociologia da rede estadual * Hilton Dominczak | Sociólogo Nos últimos cinco meses, desenvolvemos Pesquisas...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Conteúdo publicitário

Ao todo, 61 projetos de todo o Brasil foram inscritos na premiação nas categorias Institucional, Gestão e Técnica. Foto: Divulgação

A Serra Ambiental, que por meio de uma parceria público-privada com a Cesan é responsável pelo tratamento de esgoto sanitário na Serra, foi uma das vencedoras do Prêmio Sustentabilidade, entregue no último dia 10, em São Paulo, pelo Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (Sindcon). Com o projeto “Reuso de Efluente Sanitário Tratado na Manutenção de Rede Coletora de Esgoto”, a concessionária conquistou o primeiro lugar na categoria Gestão.

Com a iniciativa, o efluente é reutilizado, após passar pelo processo completo de tratamento, para fins como desobstrução de rede, podendo gerar uma economia de 30 m³ de água potável por dia. O projeto foi desenvolvido pela equipe da Serra Ambiental formada pelos técnicos de obras Breno Barbosa Polez e Lucas do Socorro Ribeiro; pela supervisora de operação de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), Analine Silva de Souza Gomes; pela coordenadora de operação de ETE, Renata Araújo Guimarães; e pela estagiária em engenharia civil Mariana Marquesini. 

O efluente é reutilizado, após passar pelo processo completo de tratamento, para fins como desobstrução de rede, podendo gerar uma economia de 30 m³ de água potável por dia. Foto: Divulgação

Ao todo, 61 projetos de todo o Brasil foram inscritos na premiação nas categorias Institucional, Gestão e Técnica. O prêmio reconhece os melhores projetos e iniciativas promovidas pelas concessionárias privadas de saneamento, que privilegiam ou buscam promover práticas de sustentabilidade, entendidas como o equilíbrio ambiental, social e econômico nos processos, projetos e ações que perpassam todas as áreas e níveis da empresa. 

No evento, a Aegea, uma das acionistas da Serra Ambiental, também conquistou outros três prêmios pelas concessionárias Águas de Matão, em São Paulo (projeto “OS Eletrônica – Integração de equipes e agilidade nos procedimentos”) e Águas Guariroba, no Mato Grosso do Sul (projetos “Água solidária” e “Integração Empresa-Universidade para Inovação no Saneamento”).

 

 

Comentários

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Retorno das aulas presenciais preocupa autoridades do Estado

Autoridades políticas criticam o anúncio do governo do Estado de que deve retornar as aulas, após o período de suspensão provocado pela pandemia com...

Opinião: professora diz que retorno às aulas é irresponsabilidade e vai expor profissionais e alunos ao coronavírus

* Fabíola dos Santos Cerqueira | Professora de Sociologia da rede estadual * Hilton Dominczak | Sociólogo Nos últimos cinco meses, desenvolvemos Pesquisas com alunos do Ensino Médio...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!