• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
25.4 C
Serra
quinta-feira, 13 maio - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados

Comunidade se mobiliza para deixar ruas mais bonitas e limpas em Manguinhos

Leia também

Com investimento de mais de R$ 2 milhões, Fapes abre inscrições para bolsistas

Um investimento de R$ 2,1 milhões será destinado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo...

Efeitos da vacina? Jacaré tenta curtir uma praia, mas causa alvoroço em balneário da Serra

Procurada por quem gosta de belezas naturais e bastante tranquilidade, a Praia de Carapebus teve uma manhã agitada por...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Rua Tigre da Abolição e o acesso a praia. Foto: Divulgação

Manguinhos é famosa não só por sua praia, culinária e cultura, mas também por suas ruas com piso de areia e muito verde. E essas vias com suas árvores e jardins precisam de manutenção para manterem-se agradáveis a quem nelas circula.

Pensando nisso moradores estão organizando mutirões para que a limpeza e manutenção dessas ruas não dependa apenas da Prefeitura. A iniciativa é da Associação de Moradores do bairro.

Segundo o líder comunitário Guilherme Lima, representantes da Associação procuram moradores de cada rua e organizam com eles ações de limpeza, capina, poda e até instalação de placas indicativas e material para cercar a restinga na beira da praia. “Por ser arborizada e ter essa geografia própria, Manguinhos tem essa necessidade. E ao fazerem isso, os moradores aumentam o sentimento de pertencimento ao bairro”, frisa.

Em momento anterior, moradores já haviam se reunido para fazer uma escada de acesso à praia. Foto: Divulgação

Guilherme diz que o primeiro mutirão aconteceu ontem (07) na rua Tigre da Abolição. “Ali é a experiência piloto, o que vamos fazer e replicá-la por outras ruas”, conclui o líder comunitário.

Morador da rua Tigre da Abolição, Carlos Alberto Schaeffer, o Beto, diz que a ação teve participação de 80% dos residentes do local. Quem não foi pessoalmente – até porque nem todos podem e tem a pandemia – ajudou com uma contribuição de R$ 25.

Com o recurso, os moradores compraram quatro caminhões de areia para tapar os buracos da rua, dormentes de madeira e corda de navio para cercar a restinga no caminho de acesso à praia. “A Prefeitura cedeu a máquina e o operador para fazer o acerto da rua. A idéia é que o valor vire uma mensalidade parar podermos fazer sempre a manutenção”, acrescenta Beto.

O morador disse ainda que no próximo sábado também haverá mobilição para plantio de mudas de coqueiro e roçada de um trecho da rua que ainda não recebeu a manutenção. “É claro que pagamos IPTU, mas não dá para esperar tudo da prefeitura. Temos que educar as pessoas e dar exemplo. Os moradores daqui já tem o hábito de recolher lixo da praia e já nos juntamos antes para fazer uma escada entre a rua e praia”, finaliza o morador.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!