22.6 C
Serra
domingo, 05 de julho de 2020

Banco reduz juros do crédito imobiliário e financia até 90% do imóvel

Leia também

Projeto garante teste gratuito de coronavírus a doadores de sangue

Tramita na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei versa sobre a inclusão de testes para detecção da Covid-19 em...

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12...

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A taxa de juros mínima era de 10% ao ano e o Banestes passa a atuar com taxa a partir de 9,8% para imóveis até R$ 800 mil. Foto: Divulgação

A principal forma de se obter um imóvel ganhou mais vantagens no Espírito Santo. Isso porque o crédito imobiliário do Banestes teve suas taxas de juros reduzidas e, além desse atrativo, um grande diferencial oferecido pelo Banco é que o cliente agora pode financiar até 90% do imóvel, não mais 80%. É a maior cobertura do mercado.

A taxa de juros mínima era de 10% ao ano e o Banestes passa a atuar com taxa a partir de 9,8% para imóveis até R$ 800 mil. Acima de R$ 800 mil, a taxa saiu de a partir de 10,5% para 9,8% ao ano. O Banco financia imóveis residenciais avaliados em até R$ 2,5 milhões, limitando o financiamento em R$ 1,5 milhão.

O Banco também atua oferecendo financiamento para empreendimentos em construção, financiando a execução da obra e dando crédito ao comprador final, na entrega do imóvel e em condições diferenciadas.

Os imóveis residenciais podem ser financiados em até 30 anos, os comerciais em até 15 anos e os lotes residenciais em até 10 anos.

Mais redução

As alterações feitas no crédito imobiliário fazem parte de uma série de ajustes nas taxas de juros de vários produtos do Banestes, a partir da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central de baixar os juros básicos de 10,25% para 9,25% ao ano no final de julho.

O Banco revisou várias de suas taxas. O crédito pessoal, por exemplo, que já havia tido uma redução em março, saiu de 2,65% e agora será a partir de 1,90% ao mês.

O microcrédito e o financiamento para veículos também estão com taxas mais atrativas. O primeiro saiu de 1,80% ao mês para a partir de 1,50%. O financiamento de veículo caiu de 1,60% para 1,30% ao mês. 

O Banestes já possui muitas taxas dentre as mais baixas do país, entre todas as instituições financeiras. O crédito consignado, por exemplo, tem juros a partir de 1,55% ao mês; e para pessoa jurídica há financiamento para capital de giro com 1,25% de juros ao mês.

Comentários

Mais notícias

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12 de julho, as 16 horas....

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do acompanhante), que alterou a lei...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!