Idosos aderem ao esporte em busca de saúde e convivência | Portal Tempo Novo

Serra, 20 de julho de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Geral

Serra, 28 de junho de 2019 às 11:15

Idosos aderem ao esporte em busca de saúde e convivência

Por Vilson Vieira Jr
[email protected]

Idosos procuram mais por esporte e exercícios físicos em busca de vida mais saudável. (Foto: Fábio Barcelos)

O casal Zilda Maciel e José Bento Vieira – ela com 66 anos e ele com 74 – há mais de 15 anos decidiram ter uma vida mais saudável na terceira idade. Com problemas de saúde, em 2002 eles deixaram a vida agitada de Belo Horizonte e vieram morar em Jacaraípe em busca de melhor qualidade de vida. Ambos começaram a praticar atividade física. Primeiro, veio à academia e, depois, o vôlei adaptado com um grupo da Melhor Idade, do qual participam há três anos juntos.

Zilda e José Bento fazem partem de uma estatística do IBGE que mostra que uma em cada quatro pessoas com 60 anos ou mais praticam atividades sociais organizadas.

“Nunca participei de nenhum esporte antes. Sou aposentada por invalidez, pois tinha problemas de coluna e era muito nervosa, sempre desmaiava. Já tinha perdido minha coordenação motora. Mas com o vôlei, estou mais tranquila, pois me trouxe saúde e vida. Me sinto muito feliz, pois também interagimos com outras pessoas”, conta dona Zilda Maciel.

Com o esporte, ela diz que as limitações físicas não são mais um obstáculo. “Depende da nossa cabeça. O que envelhece é o corpo, mas a alma, o espírito é jovem. Meu espírito rejuvenesceu 100%, eu e meu esposo”, diz Zilda, referindo-se ao esposo José Bento.

Ele se mudou para o Espírito Santo com a diabete e a pressão muito altas, mas com a prática de esporte a vida mudou. “Minha esposa e eu entramos na academia quando chegamos ao estado. Minha diabete baixou e a minha pressão está ótima”, comemora o aposentado, que também jogo vôlei aos 74 anos e não quer mais parar. “Nunca é tarde para começar. O esporte ajuda muito na saúde. Nunca mais parei de fazer atividade física. Procurem fazer algum esporte, porque é muito bom”, recomenda.

Eles participam do grupo Amigos do Vôlei, que se reúne em Jacaraípe (praça Encontro das Águas) e no Aest, em Manguinhos, e é treinado por Nancy Ibañez. Segundo ela, 35 pessoas costumam participar do vôlei e outras atividades, como alongamento e dança. “O projeto é aberto para quem quiser participar, e os treinos acontecem terças, quintas e sábados”, explica Nancy.

Seguindo os passos saudáveis do casal mineiro, a aposentada Carmosina Soeiro Pinheiro, de Nova Almeida, também decidiu buscar uma qualidade de vida melhor. Com 69 anos, ela faz hidroginástica e alongamento na academia, onde frequenta há dois anos. “Faço atividade física por problemas de saúde, por conta de dores na perna – que eu operei por conta de desgaste do fêmur e do quadril -, e também por causa da depressão”, relata Carmosina.

Ela diz que exercício físico só traz benefícios. “Sem isso, não se vive bem. A musculatura melhora, fico mais animada para fazer as tarefas do dia a dia”, destaca.

Procura por exercícios físicos cresceu

Professora de Educação Física, Verônica da Costa Vieira trabalha com idosos há 17 anos e destaca que é cada vez maior a procura desse público por atividade física, em especial por musculação, e não apenas hidroginástica e alongamento, como era mais comum. “Antes, os idosos tinham uma visão de que vir pra academia era ruim, eles sentiam vergonha, mas hoje são estimulados a procurar academia e notam o benefício em todas as áreas de atividade física”, explica.

Verônica orienta cerca de 50 idosos na academia, onde ela nota a evolução de quem iniciou na atividade física ainda na terceira idade. “Tenho alunas que hoje fazem coisas que nunca imaginariam fazer, como correr na esteira. Saíram da água [hidroginástica], foram para a musculação, conseguem correr até 20 minutos na esteira e saem da aula se sentindo bem”, ilustra a professora, que ainda destaca outros alunos que já passaram dos 60, mas que além das aulas na academia, fazem yoga, alongamento, dança de salão e vôlei em grupos da terceira idade.

Ela conta, ainda, que os idosos não procuram mais academia por estética, mas sim por qualidade de vida. No entanto, a busca por uma mais vida saudável deve começar bem mais cedo. “Se as pessoas não cuidarem agora, vai cuidar da doença no futuro. Tem que cuidar da sua saúde agora, para não ter que gastar com remédio e médico no futuro. Então, se quiser envelhecer com saúde, faça atividade física”, alerta a profissional de Educação Física.




O que você acha ?

Como você avalia os 6 primeiros meses de Contarato no Senado?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por