• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.183 curados
26.1 C
Serra
sábado, 16 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.186 curados

Deputado propõe CPI para investigar racismo no Estado

Leia também

ES recebe 1,5 milhão de seringas para vacinação contra a Covid-19

Chegou ao Estado na manhã deste sábado (16), a primeira remessa de 1,5 milhão de seringas que serão utilizadas...

Advogado mata adolescente que tentava assaltar mulher na Serra

Um adolescente foi morto, na tarde desta sexta-feira (15), ao tentar assaltar uma mulher na avenida Talma Rodrigues Ribeiro,...

Prefeitura fiscaliza bares para flagrar aglomeração e conter Covid-19 na Serra

Pensando em conter o avanço do coronavírus e conscientizar a população, a Prefeitura da Serra está intensificando ações de...
Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Bruno Lamas quer punição para atitudes racistas no Estado. Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa estuda a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias de racismo no Estado, principalmente em estabelecimentos comerciais. A proposição é do deputado estadual Bruno Lamas (PSB), durante a sessão desta terça-feira (24).

Para a CPI ser lida em plenário são necessárias 10 assinaturas, e a aprovação da abertura de uma sexta comissão, uma vez que cinco CPIs já estão abertas na Casa.

“Nosso requerimento é extraordinário. A Assembleia tem o papel de fiscalizar. Uma comissão traz o problema à pauta diária e inibe novos crimes”, destacou Bruno.

A proposta recebeu até agora a adesão dos colegas Dary Pagung (PSB), líder do governo; Janete de Sá (PMN), Marcos Garcia (PV) e Hércules Silveira (MDB).

Racismo:

Racismo é o ato de discriminar uma pessoa ou grupo por associar suas características físicas e étnicas a estigmas, estereótipos e preconceitos. Essa distinção implica num tratamento diferenciado, que resulta em exclusão, segregação e opressão. A pena prevista para o infrator é de 2 a 5 anos de reclusão e multa.

 

Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!