20.3 C
Serra
quarta-feira, 27 de Maio de 2020

Comerciantes fazem manifestação na Serra para pedir reabertura de lojas

Leia também

Fábio Duarte, escolhido por Audifax para ser o seu sucessor, fala um pouco da sua história

Administrar uma Prefeitura como a da Serra, o município mais populoso do Estado, não é para qualquer um. Suceder...

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas....

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A manifestação ocorreu em forma de carreata em Laranjeiras e Serra Sede. Foto: Divulgação

Empresários que possuem lojas em Laranjeiras e também na Serra Sede, fizeram uma manifestação na última sexta (27) pedindo a Prefeitura para voltar abrir os comércios do bairro. Vale lembrar, que o comércio de todo o Espírito Santo está fechado como medida de proteção do Governo do Estado para evitar a disseminação do novo coronavírus. Autorização de funcionamento para padaria, supermercado, posto de combustível, farmácia e lojas que vendem produtos para animais – considerados estabelecimentos essenciais.

A concentração dos comerciantes ocorreu em Laranjeiras, no local onde tinha a antiga rotatória na avenida Central do bairro por volta das 10h. De lá, os lojistas seguiram em carreata por diversos bairros da Serra, seguindo até a Prefeitura da Serra, na Serra Sede. Eles exigiram uma reunião com o prefeito Audifax Barcelos, para pedir a reabertura de suas lojas.

O TEMPO NOVO conversou com alguns comerciantes – que não serão identificados nessa matéria. De acordo com eles, o medo de não conseguir pagar as contas no final do mês e manter seus negócios funcionando é grande. “Estão querendo falar a gente. Precisamos trabalhar para pagar nossas contas, os funcionários e manter nosso negócio funcionando”, afirmou um empresário.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura da Serra para saber se houve a reunião. Por meio de nota, o Município disse que secretários municipais da Serra participaram da reunião, na sexta-feira (27), com uma comissão de comerciantes locais. Durante a reunião foram discutidas soluções para o cenário de enfrentamento ao novo coronavírus (covid-19). O encontro se deu de comum acordo, segundo o Município.

A Prefeitura da Serra ressaltou ainda que está em constante diálogo com as associações comerciais e, por isso, já havia tomado algumas medidas de interesse econômico, como:

– estender por seis meses a licença sanitária;
– definir modelo de alvará sanitário emergencial;
– isentar 300 atividades das taxas e alvarás de funcionamento (abertura e renovação) com foco na micro e pequena empresa;
– suspender a contagem dos prazos das licenças ambientais vigentes no município e dos prazos de recursos para o processo de licenciamento ambiental para os empreendedores;
– autorizar o início da atividade de produção de álcool em gel, álcool maior que 70% e EPI’s sem licença;
– prorrogar o prazo para o pedido de revisão e isenção de IPTU para o exercício de 2020.

Segundo o coordenador de governo, Jolhiomar Massariol, a administração está em constante diálogo com os setores produtivos e vai trabalhar para atendê-los da melhor forma, dentro que do que é legal e compete ao município.

“Além das ações já tomadas pela Prefeitura da Serra, novas proposta estão sendo discutidas e devem ser anunciadas em breve. Sobre a reabertura dos negócios, a Prefeitura da Serra segue as orientações do Governo do Estado e do Ministério da Saúde. Seguimos fazendo avaliações diárias, para tomada de decisões, buscando sempre ouvir a Secretaria Municipal de Saúde”, disse Jolhiomar Massariol.

Comentários

Mais notícias

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas. Houve redução de 31% na...

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na madrugada desta quarta-feira (27), no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!