26 C
Serra
segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Casal de idosos vive drama após corte de luz

Leia também

Rede nacional diz que Serra vai ter candidato a prefeito e Audifax pode ser Governador

O Centro da Boa Convivência de Laranjeiras foi palco neste sábado (15) da Convenção Estadual da Rede Sustentabilidade. No...

Em evento concorrido, PSB confirma pré-candidatura de Bruno Lamas à Prefeitura da Serra

A Serra foi o município escolhido para o PSB do Espírito Santo dar o start oficial à sua Pr'é-campanha...

Violência em Vitória: “É totalmente possível que chegue à Serra”

Diante dos ataques que estão assustando moradores e comerciantes de Vitória, a populaça da Serra está em estado de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

img-20161105-wa0143
O casal de idosos vivem em Cidade Continental. Foto: Divulgação Leitor

Gabriel Almeida

A dificuldade financeira que vem afetando milhões de brasileiros bateu na porta da aposentada, Maria Nazaré Alves, que teve sua energia cortada na última quinta-feira (03), devido ao atraso no pagamento da sua conta de luz do mês de setembro.

A residência da moradora que fica em Cidade Continental, no setor Oceania, ficou quase cinco dias sem fornecimento de energia. A conta em referência havia vencido no dia 22 de setembro e o valor era de R$ 51,45. O talão de luz foi pago no dia 4 de novembro juntamente com a outra conta que venceu 22 de outubro no valor R$ 47,78.

Maria que tem problemas de saúde disse que ficou quase cinco dias sem energia. “Mesmo com a minha conta paga na sexta-feira – dia 4 de novembro, um dia após o corte, a empresa só religou a energia da minha casa na segunda-feira (07)”, explica.

A aposentada conta que por conta da falta de energia elétrica perdeu todos os alimentos que estavam dentro de sua geladeira. “Carnes, restante de comidas e vários outros alimentos estragaram. Fiquei muito triste com isso. Já temos pouco dinheiro, a aposentadoria mal dá para passar o mês e ainda perdemos uma parte dos mantimentos. Ficamos numa situação muito difícil”, destaca a moradora.

A reportagem entrou em contato com a EDP Escelsa que disse que o prazo para religação era de 24 horas úteis após a solicitação do cliente, conforme regulamentação vigente. A empresa ainda informou que a referida cliente efetuou a solicitação para religação no dia 04/11/2016, às 18:56. Assim, o atendimento seria realizado até o final do expediente da última segunda-feira, 07/11/2016.

Entramos em contato com a moradora que informou que a energia já foi religada.

 

Comentários

Mais notícias

Em evento concorrido, PSB confirma pré-candidatura de Bruno Lamas à Prefeitura da Serra

A Serra foi o município escolhido para o PSB do Espírito Santo dar o start oficial à sua Pr'é-campanha de 2020. Em um evento,...

Violência em Vitória: “É totalmente possível que chegue à Serra”

Diante dos ataques que estão assustando moradores e comerciantes de Vitória, a populaça da Serra está em estado de alerta. Temem que a violência...

Feira de adoção de animais, promoções e samba agitam shopping no fim de semana

Poucas semanas antes da chegada do Carnaval, o capixaba que está à procura de preços baixos tem uma chance imperdível: o It Bazar +...

Evento de fortões em Guriri vai ter serranos participando

Neste sábado (15) vai ter Treinão Strong Show, em Guriri, às 15h, na praça Wilson Gomes, e vai ter serrano participando do evento. Um deles...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem