23 C
Serra
terça-feira, 24 de novembro de 2020

Agente socioeducativo é morto a tiros em José de Anchieta

Leia também

Serra registra aumento de mortes diárias por Covid-19 e perde seis moradores em 24h

Sendo a segunda cidade capixaba com o maior número de mortes causadas pelo coronavírus, a Serra voltou a registrar...

CPI quer prisão de homem que espetou gato vivo no ES

A CPI dos Maus-Tratos Contra os Animais da Assembleia Legislativa, recebeu uma denúncia estarrecedora no município de Linhares.  Em vídeos...

Empresas da Serra abrem 163 vagas de emprego para moradores nesta terça

É morador da Serra e está procurando uma oportunidade de trabalho? Então fique atento para as chances que foram...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Crime ocorreu no bairro José de Anchieta (foto)

Um agente socioeducativo do IASES – com as iniciais W. L. O, foi morto a tiros no início da noite dessa quinta-feira (14) em José de Anchieta na Serra. A vítima chegou a ser levada para a UPA de Carapina, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com informações preliminares de moradores da região – que não quiseram se identificar, o crime ocorreu por volta das 17h50. A vítima estava chegando da Unidade de Internação Provisório II, em Cariacica, onde trabalhava havia 4 anos. Ele já estava em seu bairro na altura de Furnas, próximo do local onde reside na Serra, quando os vizinhos ouviram vários disparados.

Ao chegar ao local, moradores se depararam com a vítima estendida no chão e três marcas de tiros na região da cabeça. Ele foi imediatamente socorrido por familiares e levado à Unidade de Pronto Atendimento de Carapina. Ele chegou em estado grave e veio a óbito, de acordo com informações extra- oficiais.

Para a reportagem, colegas do agentes afirmaram que ele era casado e deixa e duas filhas. Ainda não se sabe a motivação do crime, no entanto, um outro agente – que também preferiu não se identificar, acredita que o homicídio pode ter correlação com um recente “motim” ocorrido na UNIP II, do qual a vítima participou na contenção do movimento. O TN está levantando mais informações e assim que possível este conteúdo será atualizado.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!