22.3 C
Serra
quinta-feira, 28 de Maio de 2020

170 mil no ES podem ter desconto de até 65% na conta de luz, e não sabem disso – veja se você é um deles

Leia também

Indústria cobra e Estado diz que está liberando crédito para empresas

Nesta quinta-feira (28) a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) divulgou carta aberta em que cobra o governo...

Queima de pneus todos os dias incomoda moradores de bairro da Serra

Na região de Feu Rosa e uma parte de Portal de Jacaraípe a reclamação é a fumaça gerada pela...

Covid-19 também provoca epidemia de desemprego na Serra

Locomotiva econômica e município de maior população do ES, a Serra é a cidade com mais demissões nesta pandemia...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

No Espírito Santo, oficialmente, 130 mil famílias têm direito a solicitar a Tarifa Social; porém, atualmente, cerca de 87 mil famílias recebem. Para efeito de CadÚnico, multiplica-se cada família por 4 integrantes, portanto, aproximadamente 172 mil capixabas tem direito ao benefícios, mas não desfrutam dele.

As famílias de baixa renda têm direito à Tarifa Social, que na prática é um desconto de até 65% na conta de luz dos beneficiados – o valor do desconte depende do consumo.

Quem alertou a reportagem do TEMPO NOVO para essa situação, foi o deputado Vandinho Leite (PSDB) que encaminhou os dados oficiais do panorama de beneficiados pela Tarifa Social.

Vandinho está a frente dos trabalhos da Assembleia Legislativa que investigam irregularidades/fraudes na conta de luz. Foto: Divulgação

O parlamentar disse também que esse número (de 130 mil famílias), está “subdimensionado” haja vista que as regras para acesso à Tarifa Social não se restringe ao CadÚnico para os programas sociais.

“No caso da Tarifa Social, quem têm direito são famílias com renda de meio salário mínimo (cerca de R$ 500) por pessoa. Portanto, esse número está subdimensionado. Muita gente tem direito e não sabe. Pensa que são R$ 500 de renda familiar, quando na verdade é por pessoa”, disse o parlamentar.

Desde que assumiu o mandato em fevereiro desse ano, o parlamentar começou um movimento intitulado #TodosContraEDP, que questiona os valores cobrados pela empresa na conta de luz. Além disso, fez denúncias na Polícia Federal, Ministério Público e na Polícia Civil, do qual acusa a empresa de fraude na conta de luz. Denúncias que a EDP nega.

Portanto, confira as informações abaixo para saber se você tem direito ao benefício:

Possuem direito à Tarifa Social:

  • Famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional;
  • Família inscrita no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos, com portador de doença ou patologia cujo tratamento ou procedimento médico necessite de uso continuado de equipamento que dependa do consumo de energia elétrica;
  • Famílias indígenas e quilombolas inscritas no CADÚnico terão 100% de desconto nos primeiros 50 kWh/mês consumidos (as demais faixas de consumo terão os mesmos percentuais de desconto acima);
  • Pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BCP (arts. 20 e 21 da Lei nº 8.742, de 07/12/1993).

Caso você atenda a um dos critérios acima, basta entrar em contato com as Agências de Atendimento da EDP e informar:

  • ​Nome do Beneficiário;
  • Número de Identificação Social – NIS – Inscrição no CADÚnico;
  • CPF (Cadastro de Pessoa Física);
  • Documento de Identidade, ou outro documento de identificação oficial com foto ou apenas RANI para indígenas;
  • Se a família é indígena ou quilombola;
  • Se a família tiver entre seus moradores alguém que receba o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BCP, além do nome do beneficiário, informe o Número do Benefício (NB) ou de identificação do trabalhador (NIT).
Comentários

Mais notícias

Queima de pneus todos os dias incomoda moradores de bairro da Serra

Na região de Feu Rosa e uma parte de Portal de Jacaraípe a reclamação é a fumaça gerada pela insistente queima de pneus que...

Covid-19 também provoca epidemia de desemprego na Serra

Locomotiva econômica e município de maior população do ES, a Serra é a cidade com mais demissões nesta pandemia de coronavírus. Em abril, 5.605...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!