Vereadores fazem sessão de 14 minutos para acompanhar ministro na Serra

0
Vereadores fazem sessão de 14 minutos para acompanhar ministro na Serra
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, recebendo a honraria dos vereadores da Serra. Foto: Divulgação

Durou exatos 14.03 minutos a sessão da Câmara da Serra nesta segunda-feira (16). Vereadores não discursaram e abriram mão da defesa dos projetos em discussão e votação, um total de 2, além de um veto do Executivo.

A pressa dos parlamentares tem nome e sobrenome, Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde, homenageado com voto de congratulação pela Câmara da Serra durante sua passagem pelo município nesta segunda-feira. Mandetta esteve no município para uma visita técnica às obras do Hospital Materno Infantil e sua passagem movimentou o mercado político local.

Durante a rápida reunião, os vereadores derrubaram o veto 31/2019, do Executivo, sobre o projeto de lei do vereador Basílio da Saúde (sem partido). A matéria obrigava o Executivo a conceder um dia de folga por ocasião do aniversário dos servidores efetivos, sem prejuízo à remuneração dos mesmos. O veto foi mantido pelo plenário por 11 votos a 6.

Também foi aprovado o projeto de lei 98/2019, que dispõe sobre a instalação de bloqueadores de ar pela empresa concessionária responsável pelo abastecimento de água na Serra. De autoria do vereador Ailton Rodrigues (PSC), o projeto recebeu 17 votos.

O projeto indicativo 21/2019, que determina a instalação de faixa elevatória de pedestres nas proximidades de escolas, asilos e postos de saúde, de autoria do vereador Ericson Duarte (Rede). A matéria recebeu 13 votos favoráveis e foi aprovada.

A Câmara da Serra realiza duas sessões semanais, às segundas e quartas-feiras.

 

 

Comentários
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.