23.7 C
Serra
sábado, 16 outubro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Vereador vai a Brasília em busca de recursos para implantar escola militar na Serra

Leia também

Câmara da Serra lança campanha para arrecadar e distribuir absorventes íntimos

A discussão sobre pobreza menstrual mobilizou a Mesa Diretora da Câmara da Serra. O presidente da Casa, vereador Rodrigo...

Serrana consegue anular dívida de R$ 14 mil após procurar ajuda no Procon-Ales

Com base na Lei 11.353, de autoria do deputado Vandinho Leite, que diz que moradores atuais das residências não...

Vidigal anuncia programa para castração e recolhimento de cães e gatos no município

O prefeito da Serra, Sérgio Vidigal, anunciou na tarde desta sexta-feira (15) que está criando, por meio da secretaria...
Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Igor está em seu primeiro mandato de vereador da Serra. Foto: Divulgação

A viagem do vereador Igor Elson (Podemos) a Brasília pode resultar em uma escola Civic Militar para a Serra. O parlamentar esteve no Ministério da Educação, em busca de apoio para o Projeto Indicativo 248/2021, de sua autoria, que dispõe sobre a implantação do equipamento na cidade, destinado a escolas públicas de educação básica.

Para garantir a instalação da escola, o projeto permite o acréscimo do artigo 24 à Lei 9.394, de 1996. Com isso, as escolas podem receber a gestão cívico-militar, em caráter excepcional, motivado e temporário. O objetivo é o controle da extrema evasão e violência intra e extra-escolar.

Segundo o projeto, a participação de militares nas escolas de gestão cívico-militar limita-se à segurança intra e extra-escolar e à disciplina discente; estendendo-se a outras áreas apenas em caráter excepcional e deliberado.

Na justificativa, o autor do projeto diz que “o disciplinamento pretende conferir segurança jurídica ao modelo de gestão das escolas cívico-militares e que esta deve ser uma escolha livre da comunidade escolar, em caráter temporário e excepcional”.

Igor disse que, por meio de parceria com o Governo federal para a implantação da escola, todos sairão ganhando. “Principalmente, a formação do caráter e da ética das nossas crianças e adolescentes”, disse.

Cabo Porto

Esta não é a primeira vez que um vereador da Serra defende a implantação de uma escola cívico-militar. O então vereador Cabo Porto, morto em fevereiro de 2020, em um acidente de carro, era ferrenho defensor do modelo de gestão na Serra.

Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!