Vereador faz projeto para policial sem farda andar de graça no Transcol

0
Vereador faz projeto para policial sem farda andar de graça no Transcol
O projeto é do vereador Cabo Porto e está tramitando na Câmara da Serra. Foto: Divulgação

Um projeto de lei (PL) que está tramitando na Câmara da Serra quer autorizar que guardas municipais, policiais militares, civis e bombeiros utilizem o sistema Transcol gratuitamente na cidade, mesmo quando estiverem sem farda. A proposta do vereador Cabo Porto (PSB) tem como objetivo aumentar a segurança dos passageiros e diminuir o número de assaltos nos coletivos.

Para o TEMPO NOVO, Porto disse que o município lidera o número de assaltos nos ônibus do Transcol e que esse projeto de lei visa dar mais segurança para os usuários. “Já visitei diversos terminais e a maior reclamação é a insegurança. Eu perguntei para as pessoas sobre a gratuidade para agentes de segurança pública e todos aprovaram esta ideia”, explica o vereador.

Com a nova lei, com ou sem farda, qualquer policial e demais agentes de segurança pública poderão ‘andar de ônibus’ gratuitamente. Vale destacar, que atualmente, quando o policial está com farda, os motoristas e cobradores permitem que eles entrem nos coletivos sem pagar passagem, mas não existe uma lei especifica que autorize isso.

O PL de Porto ainda está tramitando na Casa de Leis e caso seja aprovado pelos vereadores, terá que passar pelas mãos do prefeito da Serra Audifax Barcelos (Rede), que pode sancionar ou vetar a lei.

Projeto estadual

Na Assembleia Legislativa, um projeto parecido com o do vereador Cabo Porto está tramitando desde junho. A proposta é do deputado estadual Renzo Vasconcelos (PP) e tem o mesmo objetivo: aumentar a segurança dentro dos coletivos do Transcol.

Comentários