18.8 C
Serra
quinta-feira, 28 de Maio de 2020

Vereador denuncia que consumidor paga 30% de ar na conta de água

Leia também

Fábio Duarte, escolhido por Audifax para ser o seu sucessor, fala um pouco da sua história

Administrar uma Prefeitura como a da Serra, o município mais populoso do Estado, não é para qualquer um. Suceder...

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas....

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

O vereador Pastor Ailton é autor do projeto. Foto: Divulgação

Incomodado com as constantes reclamações do consumidores sobre os valores da cont de água, o vereador Pastor Ailton (PSC) protocolou na Câmara da Serra nesta quarta-feira (5) o Projeto de Lei 98/2019, que dispõe sobre a instalação de bloqueadores de ar, pela empresa concessionária do serviço de abastamento de água na Serra. 

Segundo o projeto, a instalação deve ser feita, independentemente do pedido do morador, e as despesas com a compra e instalação ficam por conta da empresa. A instalação deve ser feita após o hidrômetro, conforme solicitação do fabricante. 

O projeto estabelece prazo de três anos para a instalação do equipamento em todos os imóveis da cidade. 

Autor do projeto, o vereador justificou a iniciativa. “A água fornecida pelas concessionárias é distribuída sob pressão nas redes de abastecimento. Como a água é bombeada por ar, é comum a presença do ar, em conjunto com a água, dentro das tubulações. O que não podemos aceitar é o fato de que o consumidor pague por este ar, como se água fosse, e no preço desta, uma vez que o ar representa pelo menos de 20 a 30% do consumo cobrado”, explicou o parlamentar.

A assessoria da Cesan, responsável pelo abastecimento de água no município, foi procurada, e assim que responder aos questionamentos da reportagem, os mesmos serão publicados aqui.

Comentários

Mais notícias

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas. Houve redução de 31% na...

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na madrugada desta quarta-feira (27), no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!