25.8 C
Serra
sexta-feira, 03 de abril de 2020

Vereador de oposição não quer que suplente assuma vaga

Leia também

Serra tem 23 casos confirmados de coronavírus, diz Secretaria da Saúde

A Serra registrou mais um caso confirmado do novo coronavírus. De acordo com a última atualização publicada pela Secretaria...

Casagrande anuncia que comércio vai ficar fechado até 12 de abril

Os comércios classificados como não essenciais vão continuar de portas fechadas até o próximo dia 12 de abril. Durante...

Materiais de construção, serviços automotivos e lojas de chocolate poderão funcionar

A partir desta segunda-feira (6), estarão liberados para funcionar as lojas de material de construção e serviços automotivos no...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Fábio Latino aguarda ser chamado para tomar posse na Câmara. Foto: Divulgação

Vereadores de oposição articulam um movimento para impedir que o suplente, Fábio Latino (PSB), assuma a vaga de Geraldinho Feu Rosa – afastado pela Justiça por rachid. Latino seria o terceiro a assumir a vaga em decorrência de afastamento do titular. Oposicionistas argumentam que esse fato elevou os custos da folha de pagamento, já que a Câmara paga normalmente os R$ 9,7 mil/mês tanto para os vereadores afastados quanto para os suplentes.

Além disso, o fato tem desgastado a Câmara e os vereadores, gerando muitas críticas por parte da população. Enquanto o terceiro suplente, Fábio Latino (PSB), aguarda a convocação da Mesa Diretora para assumir a vaga de Geraldinho Feu Rosa (sem partido), tem vereador que acha “desnecessária” a sua chegada e defende que o Legislativo continue com 22 vereadores.

É o caso de Pastor Aílton (PSC). Segundo ele, é um absurdo ter 23 vereadores e ver a possibilidade de ter que pagar a 26. “A Serra não merece isso. Espero que a Mesa Diretora seja sensata e haja com responsabilidade. Mesmo que seja anunciada qualquer decisão judicial neste sentido, defendo que seja submetida ao plenário da Câmara para apreciação. Fomos eleitos para representar o povo, e o povo quer respeito com o dinheiro público”, disparou.

Outro que defende o mesmo ponto de vista é Basílio da Saúde. “Acho que a Câmara tem que esperar os recursos jurídicos, até da segunda instância”, opinou.

Procurado, o presidente da Câmara, Rodrigo Caldeira, não respondeu aos contatos da reportagem sobre o assunto, assim como Latino.

Já o primeiro secretário da Mesa Diretora, Roberto Catirica (PHS), disse se tratar de uma questão administrativa. “Não é um ato legislativo. A questão dessa convocação é direto com o presidente. Mas pelo que sei, tem um recurso, que vai para a segunda instância”, disse.

Os vereadores que defendem a não convocação de Latino, argumentando preocupação com os custos, estão posicionados mais próximos à oposição. Latino, por sua vez, tem simpatia com o grupo governista e veio para substituir a vaga de Geraldinho Feu Rosa (condenado por rachid), que foi um parlamentar da tropa de choque oposicionista.

Entenda

A Câmara da Serra tem, atualmente, 22 vereadores na ativa, considerando-se Wanildo Sarnaglia (Avante) e Fabão da Habitação (PTC), que ocupam as vagas de Nacib Haddad (PDT – acusado de formação de cartel para ganhar licitações) e Neidia Maura (PSD – condenada por improbidade administrativa), respectivamente.

 

Comentários

Mais notícias

Casagrande anuncia que comércio vai ficar fechado até 12 de abril

Os comércios classificados como não essenciais vão continuar de portas fechadas até o próximo dia 12 de abril. Durante uma coletiva de imprensa realizada...

Materiais de construção, serviços automotivos e lojas de chocolate poderão funcionar

A partir desta segunda-feira (6), estarão liberados para funcionar as lojas de material de construção e serviços automotivos no horário das 10 às 16...

ES registra segunda morte por coronavírus, diz Casagrande

O Espírito Santo registrou a segunda morte causada pelo novo coronavírus. A informação foi dada pelo governador Renato Casagrande (PSB) durante uma coletiva de...

Covid-19 | Espírito Santo vai receber mais de 9 mil testes rápidos

O Ministério da Saúde iniciou, na quarta-feira (1º), a distribuição dos 500 mil testes rápidos para diagnóstico de coronavírus (Covid-19) no país. Os testes...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem