25 C
Serra
terça-feira, 12 de novembro de 2019

Vereador da Serra apaga ‘normas de traficantes’ em muro de bairro

Leia também

Óleo ainda não chegou a Nova Almeida | Veja vídeo

https://youtu.be/iG7BtpT1hFA O óleo que contamina as praias do Nordeste e dos municípios capixabas de Conceição da Barra, Linhares e São...

“Se Deus quiser o óleo não vai chegar na Serra, mas se chegar, estaremos preparados”, garante Audifax

“Se Deus quiser o óleo não vai chegar na Serra, mas se chegar, estaremos preparados”. Quem garante é o...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Foto: Divulgação

“Atenção, farol baixo, luz de dentro acesa e abaixa o vidro”. Estes dizeres tratam-se de ‘normas’ impostas por traficantes no Bairro das Laranjeiras, na região de Jacaraípe. Revoltado, o vereador da Serra, Cabo Porto (PSB) na última segunda-feira (28), esteve no local e com tinta branca, apagou o recado no muro do bairro.

Ele cobrou da Prefeitura da Serra uma política de combate contra este tipo de ação de “intimidação” contra a população. Porto é reconhecido pela característica efusiva e de bandeiras ligadas a segurança pública. Não é a primeira vez que o parlamentar se dirige até uma comunidade para apagar recados dessa natureza.

“A família de bem não pode ficar refém de bandidagem. Eu queria que estes traficantes viessem aqui para pintar a cara deles. Vou cobrar da Prefeitura da Serra para não deixar situações como essas acontecer, isso intimida a pessoa de bem, e não podemos abaixar a cabeça para esses vagabundos”, disse Porto.

Porto diz que a ação não é função do vereador, no entanto cobra: “se eu não fizer, quem vai fazer? Muitos vão me criticar, mas quem está arregaçando a manga aqui sou eu”, disparou o vereador.

Porto completou ainda que quando o traficante marca o território, quer dizer que é “um local estabelecido para prática criminosa”, portanto, precisar “ter atuação mais intensiva por parte do poder público”.

Comentários

Mais notícias

“Se Deus quiser o óleo não vai chegar na Serra, mas se chegar, estaremos preparados”, garante Audifax

“Se Deus quiser o óleo não vai chegar na Serra, mas se chegar, estaremos preparados”. Quem garante é o prefeito da Serra, Audifax Barcelos...

Empresários destaque em 2019 serão homenageados no Steffen

Empresários serranos que se destacaram nas categorias comércio, indústria e serviços serão homenageados no dia 21 de novembro com o XIII Prêmio Mérito Empresarial...

Inscrições abertas para o 2º Desafio Ciclístico da Apae Serra

Estão abertas as inscrições para o 2º Desafio Ciclístico de Mountain Bike Apae Serra, que vai acontecer no dia 8 de dezembro. Quem quiser...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!