24.3 C
Serra
sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Vereador Cabo Porto pode ser expulso do PSB por apoiar Bolsonaro

Leia também

Bruno Lamas e Guilherme Lima formam chapa puro sangue rumo a disputa pela prefeitura

O deputado estadual Bruno Lamas (PSB) definiu uma chapa puro-sangue para a disputa da Prefeitura da Serra. O nome...

Vândalos destroem horta e jardim de unidade de saúde da Serra

Funcionários da unidade de saúde de Jardim Tropical, na Serra, tomaram um susto ao chegar ao trabalho hoje (18)...

Médico do Jayme e morador de Jacaraípe, dr. Afonso Pimenta é o vice de Vandinho

Com 27 anos de profissão dedicados aos serranos, cirurgião quer ajudar a melhorar o sistema de saúde da cidade. O...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Porto é visto como um militar linha dura.

O vereador Cabo Porto entrou na mira do PSB. O parlamentar, que defende temas espinhosos como escola militar e posse de armas, estaria desagradando lideranças socialistas, inclusive o governador Renato Casagrande, criticado pelo parlamentar em função da estrutura da segurança pública do seu governo, apontada por Porto como deficitária. As especulações no mercado político são de que estão contados os dias do vereador no partido.

O presidente regional do PSB, Alberto Gavini, foi procurado pela reportagem, para comentar as especulações sobre o possível afastamento de sua liderança na Câmara Municipal. Ele deu pistas de que o caminho para a saída de Porto já estaria pavimentado.

“O PSB é um partido de centro-esquerda e não comunga com algumas posições do presidente da República. E como o Cabo Porto tem se posicionado em defesa dessas ações, como posse de armas e outras, precisamos conversar com ele. O partido já se posicionou em relação aos parlamentares que se alinharam com as ideias do Governo Federal”.

Disse ainda que “Cabo Porto foi eleito pelo PSB e entendo que ele tem que conversar com a gente para chegar a um denominador comum. Se Cabo Porto não está bem com o partido, vamos conversar. Evidentemente ele tem algumas posições que contrariam o partido. A gente não comunga dessas posições que ele vem adotando”.

Gavini, no entanto, não confirmou se já existe algum processo em curso para a saída de Porto. Mas nesta terça-feira, foi novamente procurado pela reportagem e disse que  “não tem nenhuma ação ainda da Comissao de Ética. Vamos aguardar os movimentos dele, por enquanto”.

Porto diz que sempre respeitou seu partido

Já o vereador rebateu as afirmações do presidente. “Por enquanto, ninguém do partido me procurou e estou sabendo agora pela imprensa. Sempre respeitei o partido, seus componentes e admiradores, a decisão que este tomar, acatarei dentro do respeito e democracia”.

Caso seja confirmada a saída de Porto, ele será o segundo vereador da legenda a ser desfiliado. O vereador afastado Geraldinho Feu Rosa foi desligado do partido, em meio a denúncias de prática de rachid, feitas pelo Ministério Público e após ser acusado pela Comissão de Ética do PSB de infidelidade partidária.

Comentários

Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Mais notícias

Vândalos destroem horta e jardim de unidade de saúde da Serra

Funcionários da unidade de saúde de Jardim Tropical, na Serra, tomaram um susto ao chegar ao trabalho hoje (18) pela manhã. É que a horta...

Médico do Jayme e morador de Jacaraípe, dr. Afonso Pimenta é o vice de Vandinho

Com 27 anos de profissão dedicados aos serranos, cirurgião quer ajudar a melhorar o sistema de saúde da cidade. O médico cirurgião Afonso Carlos Vanzo...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!