25 C
Serra
sábado, 05 de dezembro de 2020

Veja reação dos candidatos à pesquisa Enquet/TN de eleição para prefeito

Leia também

Prefeitura diz que dinheiro em caixa é maior do que dívida consolidada

A gestão atual da Prefeitura da Serra está prometendo deixar o comando do Município com R$ 485.907.651,01 de dinheiro...

Vidigal define equipe para transição de governo. Veja quem são os escolhidos

Após ser escolhido para ser o prefeito da Serra pelos próximos quatro anos, Sérgio Vidigal (PDT) já montou a...

Vice-prefeito eleito cancela agendas após esposa testar positivo para coronavírus

O vice-prefeito eleito da Serra, Thiago Menezes Carrero (Cidadania), cancelou suas agendas externas para os próximos dias. A decisão...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Ilustração: Chris Ciuffi | Jornal Tempo Novo

Na manha desta quinta-feira (29), os eleitores da Serra puderam conferir os resultados da pesquisa Enquet/TN – que foi o primeiro levantamento eleitoral contratado por um veículo de imprensa da cidade no pleito municipal deste ano. Após a divulgação, o TEMPO NOVO procurou os oitos nomes que disputam à Prefeitura da Serra para que os candidatos comentassem os números.

A pesquisa mostra que o candidato Sérgio Vidigal (PDT) lidera as intenções de votos para prefeito da Serra, com 41.11%. Em segundo lugar isolado está Vandinho Leite (PSDB) que tem 15,44%. Estes dados se referem à pesquisa estimulada – que é aquela da qual o entrevistado precisa optar por nomes pré-definidos.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de todos, mas o ex-prefeito e atual deputado federal, Sérgio Vidigal, não quis responder as perguntas enviadas. Além dele, também não se manifestaram: Gracimeri Gaviorno, do Partido Social Cristão e Ebinho, do Partido Comunista do Brasil.

Veja abaixo o depoimento dos candidatos:

  • A ordem das falas segue os números da pesquisa estimulada.  

Vandinho Leite – 15,44% das intenções de votos

O deputado estadual Vandinho Leite afirmou que recebeu com alegria o resultado da pesquisa. Disse ainda que os dados mostram que a Serra “está cansada desse revezamento” entre Audifax Barcelos (Rede) – atual prefeito e Sérgio Vidigal.

“Recebi com alegria e respeito o resultado da pesquisa Enquet/TN, e agradeço a cada um dos serranos pelos 15,4% das intenções de voto em apoio a mim e ao meu projeto de renovação para a Serra.

Com esse resultado, a nossa cidade mostra que está cansada desse revezamento de poder que já dura duas décadas. E um dos meus principais compromissos com os serranos, firmado em cartório, é o de não me reeleger, caso se tiver a oportunidade de ser prefeito da Serra.”

Fábio Duarte – 7% das intenções de votos

A aposta de sucessão do prefeito Audifax, Fábio Duarte, disse que não gosta de comentar pesquisas, mas se demonstrou empolgado com a quantidade de eleitores que ainda estão indecisos. Ainda segundo ele, os candidatos não devem criar vantagem, já que “depois da soberba vem a ruína”.

“Eu não gosto de comentar resultado de pesquisa, até porque há muito disparidade entre os institutos, cada um fala uma coisa. Na eleição passada, todos eles passaram longe do resultado final. Eu prefiro esperar pela pesquisa das urnas. O que chamou a minha atenção nessa pesquisa foi a existência de 60% de indecisos. Isso indica que há um longo caminho pela frente.

Não está na hora de cantar vantagem. Depois da soberba, sempre vem a ruína. Eu sigo com fé no discernimento do povo serrano, que já entendeu que a obra do prefeito Audifax precisa continuar. A Serra não pode parar”.

Bruno Lamas – 4,44% das intenções de votos

Já o deputado estadual, Bruno Lamas, disse à reportagem que segue confiante na disputa deste ano. Ainda segundo ele, o sentimento que circula pela Serra é o de renovação.

“A pesquisa não retrata o sentimento que temos das ruas. Muitas pessoas ainda estão indecisas e o sentimento de renovação é forte na cidade. Estamos confiantes.”

Alexandre Xambinho – 2,56% das intenções de votos

Para Alexandre Xambinho, os dados da pesquisa confirmam o que ele já sentia: que a grande maioria do eleitorado ainda não decidiu em que irá votar.

“O resultado da pesquisa confirma a percepção que temos  da campanha na rua: a grande maioria do eleitorado serrano ainda não decidiu em quem votar. O pleito está absolutamente indefinido. Estou convencido de que a opção do eleitor na reta final será por mudança. Minha campanha está em crescimento. Eu vou virar o jogo, chegar ao segundo e vencer a eleição.”

Luciana Malini – 1,22% das intenções de votos

A candidata Luciana Malini também comentou o resultado da pesquisa. Para ela, o levantamento é de extrema importância, já que mostra o pensamento da população.

“A pesquisa é uma ferramenta importante de escuta da população, e mostra que grande parte da população não se decidiu ainda e está atenta às propostas Quer compromisso com as promessas feitas na campanha e já estão percebendo o desespero  de candidatos prometendo coisas que não irão ter condições de cumprir.

Estou muito animada com a receptividade das pessoas e principalmente quando falamos na necessidade de real representação das famílias da cidade por meio do olhar amoroso e de cuidado de nós mulheres,sendo  que nós nunca estivemos neste principal espaço de decisão, e a oportunidade é agora, ter uma mulher que conhece os desafios da cidade no segundo turno.”

Pesquisa estimulada

Pesquisa Enquet contratada pelo jornal TEMPO NOVO mostra que o candidato Sérgio Vidigal (PDT) lidera as intenções de votos para prefeito da Serra, com 41.11%. Em segundo lugar isolado está Vandinho Leite (PSDB) que tem 15,44%. Ele é seguido por Fábio Duarte que marcou 7%, pouco menos da metade do segundo colocado. Em sequência vem Bruno Lamas – 4.44%, Alexandre Xambinho – 2,56%, Luciana Malini – 1,22%, Ebinho e Gracimeri Gaviorno ambos com 0,56%.

 

Estes dados se referem à pesquisa estimulada – que é aquela da qual o entrevistado precisa optar por nomes pré-definidos. Foi ouvida uma amostra de 900 entrevistados entre os dias 21 e 22 de outubro – o maior índice entre as pesquisas já publicadas. O que confere uma margem de erro menor, que é de 3,3 pontos percentuais para mais ou para menos em um coeficiente de confiança de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número ES01127/2020.

A Enquet ainda perguntou para cada entrevistado se o voto declarado na estimulada já está decidido ou se o eleitor ainda pode mudar de ideia. Do total, 49,11% afirmaram que ‘já está definido’, enquanto 34,78% disseram que ‘ainda pode mudar’; e 16,11% não souberam ou não opinaram.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!