22 C
Serra
segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Pesquisa Enquet/TN: Vidigal na frente e Vandinho consolida 2º lugar

Na estimulada Sérgio Vidigal tem 41,11%; seguido por Vandinho Leite - 15,44%; Fábio Duarte - 7%; Bruno Lamas - 4,44%, Alexandre Xambinho - 2,56%, Luciana Malini - 1,22%, Ebinho e Gracimeri Gaviorno ambos com 0,56%.

Leia também

Audifax comenta resultado das eleições e deseja “boa gestão” a Sérgio Vidigal

O resultado é oficial: Sérgio Vidigal (PDT) será, mais uma vez, prefeito da Serra. De acordo com a Justiça...

Vidigal diz que o mandato de prefeito será para encerrar seu legado com a Serra

Eleito prefeito da Serra neste domingo (29) com 54.90% dos votos (111.920 mil votos), Sérgio Vidigal (PDT) comemorou a...

Vice de Fábio lamenta derrota nas urnas: “infelizmente não deu”

O resultado é oficial: Sérgio Vidigal (PDT) será, mais uma vez, prefeito da Serra. De acordo com a Justiça...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Ilustração: Chris Ciuffi | Jornal Tempo Novo

Pesquisa Enquet contratada pelo jornal TEMPO NOVO e divulgada nessa quinta-feira (29) mostra que o candidato Sérgio Vidigal (PDT) lidera as intenções de votos para prefeito da Serra, com 41.11%. Em segundo lugar isolado está Vandinho Leite (PSDB) que tem 15,44%. Ele é seguido por Fábio Duarte que marcou 7%, pouco menos da metade do segundo colocado. Em sequência vem Bruno Lamas – 4.44%, Alexandre Xambinho – 2,56%, Luciana Malini – 1,22%, Ebinho e Gracimeri Gaviorno ambos com 0,56%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número ES01127/2020.

Estes dados se referem à pesquisa estimulada – que é aquela da qual o entrevistado precisa optar por nomes pré-definidos. Foi ouvida uma amostra de 900 entrevistados entre os dias 21 e 22 de outubro – o maior índice entre as pesquisas já publicadas. O que confere uma margem de erro menor, que é de 3,3 pontos percentuais para mais ou para menos em um coeficiente de confiança de 95%.

A Enquet ainda perguntou para cada entrevistado se o voto declarado na estimulada já está decidido ou se o eleitor ainda pode mudar de ideia. Do total, 49,11% afirmaram que ‘já está definido’, enquanto 34,78% disseram que ‘ainda pode mudar’; e 16,11% não souberam ou não opinaram.

Intenção de voto- espontânea

Na espontânea – quando não são apresentadas opções ao entrevistado, Sérgio Vidigal também lidera com 25,89% das intenções de votos, seguido novamente por Vandinho Leite – 5,67% e Fábio Duarte – 4,56%. Os demais vêm em sequência: Bruno Lamas 1,33%, Alexandre Xambinho 1,11%, Luciana Malini 0,33%, Gracimeri Gaviorno 0,22%; o candidato Ebinho não pontuou. No entanto a maior fatia, de 60,89% dos entrevistados não sabe em quem votar espontaneamente.

 

Índice de Rejeição

A Enquet também perguntou aos entrevistados em quem eles não votariam de maneira nenhuma para prefeito da Serra. Do total, 25,78% disse que não rejeita nenhum dos candidatos e 22,22% não sabe ou não opinou. Entre os candidatos, Vidigal é o mais rejeitado, com 15,67%, seguido de Vandinho Leite – 11,22%, Bruno Lamas – 8%, Fábio Duarte – 4,67%, Alexandre Xambinho – 4,44%, Luciana Malini 3,44%, Gracimeri Gaviorno – 2,44% e Ebinho 2,11%.

Contexto Político

Vidigal é o único que já administrou a prefeitura da Serra (1996-2004 e 2009-2012). Essa é a 7° vez em 28 anos que ele é candidato ao cargo de prefeito. (1992, 1996, 2000,2008, 2012 e 2016), dessas, ele venceu em três situações.

Desde 1996 que apenas dois prefeitos se elegeram na cidade, o próprio Vidigal e o atual prefeito Audifax Barcelos (Rede). De acordo com levantamento do Jornal A Gazeta por meio de dados do IBGE, caso Vidigal volte administrar a Serra, a cidade será um caso inédito no país do quesito menor alternância no poder.

Esse ano Audifax Barcelos não poderá ser candidato, pois já esgotou a possibilidade de reeleição. Desde o ano passado o prefeito tem buscado um nome para sucedê-lo. Estiveram cotados: ex-secretário de segurança pública Coronel Nylton Rodrigues; delegado da DHPP da Serra, Rodrigo Sandi Mori; deputado Lorenzo Pazolini e o falecido vereador Cabo Porto.

Após negativa, Audifax anunciou em agosto o nome do vereador Fábio Duarte. De família tradicional na Serra, Fábio está em seu primeiro mandato de vereador, foi eleito em 2016 pelo PDT.

Da Assembleia Legislativa vieram Vandinho Leite, Bruno Lamas e Alexandre Xambinho. Aos 33 anos, Xambinho é o mais novo na disputa eleitoral e está em seu primeiro mandato de deputado.

Vandinho Leite foi secretário de estado (Esportes; e Ciência e Tecnologia) por duas vezes; atualmente ocupa o cargo de deputado pela 3ª vez. Já Bruno está em seu segundo mandato na Assembleia Legislativa e esse ano deixou a Secretaria Estadual de Promoção Social para disputar o cargo de prefeito.

Completam o conjunto de candidatos: Luciana Malini que foi secretária municipal de Políticas Públicas Voltadas a Mulher; Gracimeri Gaviorno que é delegada aposentada da polícia civil, já foi subsecretária de segurança e chefe de polícia no governo Paulo Hartung; e o empresário Ebinho, que veio da iniciativa privada e nunca ocupou função pública.

Cenário e Metodologia

– A pesquisa da Enquet, encomendada pelo jornal TEMPO NOVO usou metodologia quantitativa e ouviu moradores e eleitores da Serra, com idade igual ou superior a 16 anos.

– Foram realizados 900 entrevistas, o que permite margem de erro de 3,3% em coeficiente eleitoral de 95% de confiança.

– Coleta: realizada por entrevista pessoal face a face, por meio de questionário estruturado, em pontos de fluxo domiciliar levando em consideração a proporcionalidade entre as regiões do município e respeitando o protocolo sanitário do combate ao COVID-19.

– Período: de 21 a 22 de outubro de 2020.

– Pesquisa registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) sob o nº ES-01127/2020.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!