26.7 C
Serra
terça-feira, 18 janeiro - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Vacinação contra raiva começa na zona rural e será limitada em área urbana

Leia também

Velório e sepultamento de Hermes Scardini será nesta quarta (19)

Está marcado para esta quarta-feira (19), a partir das 7h30, no cemitério Jardim da Paz, em Alterosas, o velório...

Cadela é encontrada esquartejada em possível ritual de magia negra na Serra

Uma cena forte, um crime cruel e bárbaro marcou o final da tarde desta terça-feira (18) dos moradores de...

Serra ultrapassa 85 mil casos de Covid-19; 1.061 foram registrados nas últimas 24h

De segunda (17) para terça-feira (18) a Serra registrou 1.061 novos casos de Covid-19. De acordo com dados do...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Este ano a campanha anual não irá acontecer, mas quem tiver cachorro ou gato com idade entre 4 meses e 1 ano pode procurar a Vigilância Ambiental em Saude. Foto: Divulgação / Francisco Campos/

A Prefeitura da Serra começou a vacinação de animais, cães e gatos, contra a raiva na região rural do município. A previsão é vacinar em torno de 2.300 animais até o dia 15 de setembro. Mas não haverá Campanha Anual em todos os bairros em outubro, como acontece todos os anos. Isto porque, houve problema de envio das doses por parte do Governo Federal.

Na zona rural, todos os animais serão vacinados e os agentes da Vigilância Ambiental em saúde (VAS) vão circular por Muribeca, Aroaba, Guaranhus, Itaiobaia, Morro de Céu, Calogi, Chapadão (Residencial Nova Almeida), Putiri, Chapada Grande, Cidade Nova da Serra, Santiago da Serra e Queimado.

Uma das explicações para vacinar os animais da área rural é que nestes locais há incidência de morcegos, macacos, e também de outros animais silvestres que portam o vírus da raiva. Essa faz parte de uma ação de bloqueio para evitar o reaparecimento de casos de raiva.

A vacinação em grandes centros e também a de rotina realizada na VAS não será aberta para todos os animais, somente para os que têm idade entre  três e 12 meses que não foram imunizados com a dose na campanha do ano passado. Isto acontece porque não há quantitativo de vacina para atender a todos os animais do município no momento.

A campanha antirrábica anual é uma das ações do Programa de Controle e Profilaxia da Raiva. Segundo a prefeitura da Serra, o município tem a maior população canina e felina do Espírito Santo. Também segundo a Prefeitura, desde 2006, não há casos de raiva em gatos ou cachorros no município.

A Secretaria de Estado da Saúde, confirmou que não haverá campanha de vacinação este ano e disse que a coordenação estadual de Vigilância Epidemiológica recebeu comunicado do Ministério da Saúde sobre a dificuldade de abastecimento para a campanha de vacinação antirrábica em animais, prevista para outubro, em todo o país. Diante disso, a coordenação esclarece que está reforçando, junto aos municípios, a vacinação de rotina, que permanece, e orientando os mesmos sobre a priorização dos animais que nunca foram vacinados, com idade entre três e 12 meses. A coordenação ressalta ainda que está trabalhando com estratégias, até a definição, por parte do Ministério, da nova data para a campanha.

Para o TEMPO NOVO, o Ministério da Saúde confirmou o atraso na entrega e não garantiu que a campanha será realizada este ano nos municípios. Segundo o órgão, a entrega das doses está atrasada, “devido a problemas técnicos identificados na produção da vacina”. Disse ainda que só irá enviar as vacinas quando a produção for normalizada.

Ainda de acordo com a pasta, está garantido o envio das doses da vacina apenas para os municípios classificados como prioritários – aqueles que tiveram casos confirmados de raiva em cães. Disse ainda que irá “remanejar as doses destinadas à rotina de vacinação no país” para que isso seja possível.

Vacinação fora de campanha

Os moradores da Serra que possuem animais de estimação não precisam esperar até a campanha anual, quando houver, para vacinar os bichinhos. A vacinação está aberta no Centro de Vigilância Ambiental em Saúde (VAS) para cães e gatos com idade entre 4 meses e 1 ano. Para ter acesso a imunização basta levar os animais na sede do (VAS), localizado em Jardim Limoeiro, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. O ponto de referência é em frente ao Status Motel.

 

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!