21.8 C
Serra
quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Tucano sai em defesa da petista Dilma

Leia também

Mundial Sub-17: seleções seguem treinando na Serra | Veja vídeo

A Serra está sendo o Centro de Treinamento (CT’s) de doze seleções que disputarão o Mundial Sub-17 da Fifa....

Governo Federal “desmonta” assistência social e pobreza avança, denuncia secretário

Parte II, Bloco Assistência Social Veja a Parte I da entrevista: Eleição 2020 A frente da Secretária de Trabalho, Assistência e...

Banestes diz que não vai fechar agência em Nova Almeida, mas comunidade teme desinvestimento

Já foram afixadas placas na Agência do Banestes em Nova Almeida, informando aos clientes que a unidade vai sofrer...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Tucano afirma que a ingenuidade  acreditar que Dilma é a maior culpada pelo o que está ocorrendo no Brasil.Foto: Divulgação/Ales
Tucano afirma que é ingenuidade acreditar que Dilma é a maior culpada pelo o que está ocorrendo no Brasil.Foto: Divulgação/Ales

Por Anderson Soares 

O deputado estadual Sérgio Majeski (PSDB-ES) publicou um texto em sua página na rede social em que defende abertamente a presidenta Dilma (PT) de um possível impeachment.

Na postagem, o tucano capixaba faz alusão ao caso do ex-presidente Collor de Melo que teve seu mandato cassado e questiona conduta de políticos e partidos, caso fosse necessário julgar o que ele intitula como “cassação de Dilma”.

“As pessoas acreditavam que Collor e seu grupo formavam o grande problema do Brasil, era como se a cassação dele fosse redimir a nação de todos os males relacionados à corrupção. Collor foi cassado pelo Congresso Nacional, formado em grande parte por parlamentares que não tinham moral para acusar ninguém”, diz o texto postado pelo tucano.

Majeski ainda acrescentou em sua postagem, “muitos desses políticos se aproveitaram daquele momento para se juntar às vozes das multidões, como se fossem honestos e não tivessem envolvidos em vários esquemas tão podres quanto o que se referiu envolver o ex-presidente Collor de Melo”.

Sobre um possível impeachment de Dilma, Majeski afirma: “Ela não é a culpada maior pelo o que está ocorrendo no país, é ingenuidade ou desconhecimento acreditar nisso, e mesmo que Dilma seja cassada, quem assume o governo é o Michel Temer, o vice-presidente que é do PMDB, partido que tem vários caciques envolvidos até o pescoço com esquemas de corrupção, principalmente os presidentes da Câmara e do Senado”.

No texto ele questiona ainda a conduta de políticos que podem julgar impeachment da presidenta. “Um possível processo de cassação de Dilma tem que ser feito e votado pelo Congresso. Quantos partidos e parlamentares têm moral para tanto? Dos 81 senadores, 13 foram citados na lista de envolvidos no esquema da Petrobras (isso por enquanto). E sempre lembrando, os presidentes da Câmara e do Senado, ambos do PMDB de Michel Temer, estão na lista”.

O tucano finaliza seu escrito dizendo: “Cassar um bode expiatório é tudo que os corruptos e as quadrilhas de plantão precisam para continuar exatamente onde sempre estiveram. À medida que se repete à exaustão que Dilma é a grande vilã, perde-se cada vez mais a compreensão de que ela é apenas uma peça na gigantesca engrenagem da corrupção no Brasil. A história ensina, aprende quem quer”.

Mais notícias

video

Mundial Sub-17: seleções seguem treinando na Serra | Veja vídeo

A Serra está sendo o Centro de Treinamento (CT’s) de doze seleções que disputarão o Mundial Sub-17 da Fifa....

Governo Federal “desmonta” assistência social e pobreza avança, denuncia secretário

Parte II, Bloco Assistência Social Veja a Parte I da entrevista: Eleição 2020 A frente da Secretária de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), Bruno Lamas...

Banestes diz que não vai fechar agência em Nova Almeida, mas comunidade teme desinvestimento

Já foram afixadas placas na Agência do Banestes em Nova Almeida, informando aos clientes que a unidade vai sofrer mudanças. Na prática o banco...

Prefeitura faz demolição de casas em invasão na Serra

A invasão que persisti em continuar, na área de proteção ambiental, na Avenida Norte Sul, em Colina de Laranjeiras, sofreu mais um duro golpe...

Projeto abre mil vagas para cursos profissionalizantes

Está em casa desempregado e sem dinheiro para fazer um curso profissionalizante? Um projeto social da Serra, o Juventude Ativa, está com inscrições abertas...

Você também pode ler

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!