27.1 C
Serra
sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Som em carro, churrasco na restinga e ‘long necks’ estão proibidos nas praias da Serra

Leia também

Sermus anuncia ‘pacote de bondade’ do Executivo

Conteúdo patrocinado Faltando 17 dias para terminar o ano, o presidente do Sindicato dos Servidores da Serra -Sermus, Osvaldino Luiz...

Vanessa da Mata, Jeremias Reis e Natércia Lopes em show gratuito na Praça do Papa

Um dos ícones da MPB, Vanessa da Mata, será a convidada especial do Natal de Encantos 2019 que acontece...

Sábado e domingo com mostra de filmes, auto de Natal e palestra em São Diogo

O Centro Cultural Eliziário, em São Diogo, na Serra, vai promover neste fim de semana uma série de agendas...

Banhistas se divertiam na praia de Manguinhos na última semana. Foto: Gabriel Almeida

Quem gosta das praias da Serra e vem ao município para curtir os balneários tem que ficar ligado em algumas regras para não se dar mal durante a diversão. Na cidade, algumas regras que forem desrespeitadas podem gerar até multa.

Uma delas é com o veículo. É proibido o uso de carro de som. A legislação do município proíbe a utilização de equipamentos produtores e amplificadores de som em veículos automotores, assim como aparelhagens de som instaladas em vias públicas. As multas podem chegar a R$ 5 mil, além da apreensão do equipamento, independentemente da altura do som.

Ainda falando sobre carro, é proibido estacionar na restinga. O motorista que infringir a lei pode levar multa, ter o veículo guinchado e ainda responder por crime ambiental.

Para quem gosta de curtir um barzinho, na Serra também tem lei para curtir a noite. Os estabelecimentos como bares e casas de shows podem funcionar das 6h às 1h30 de domingo à quinta-feira, e das 6h às 2h30 nas sextas e sábados. Com exceção dos estabelecimentos que possuem licença para funcionar após esses horários. O não cumprimento do horário de fechamento estipulado pela lei pode resultar em multa ou até mesmo interdição do estabelecimento.

Já a turma que curte tomar aquela ‘gelada’,  deve ficar ligada também na proibição da venda de garrafas de vidro. Organizadores de eventos culturais, artísticos e desportivos realizados em locais públicos são proibidos de vender bebidas em garrafas de vidro do tipo ‘long neck’. Além do problema ambiental, por ser difícil de reciclar, as garrafas podem se transformar em armas durante confusões. A lei vale como dica para que quem gosta de levar a própria bebida para a praia ou festas: troque a long neck pela latinha de alumínio.

Por sua vez, a galera do churrasco tem que ter cuidado: queimar carne só longe da restinga: a vegetação é considerada Área de Proteção Permanente (APP). Quem faz churrascos nessa área comete crime ambiental e poderá ser punido. As informações são da assessoria de imprensa da Prefeitura da Serra

Comentários

Mais notícias

Vanessa da Mata, Jeremias Reis e Natércia Lopes em show gratuito na Praça do Papa

Um dos ícones da MPB, Vanessa da Mata, será a convidada especial do Natal de Encantos 2019 que acontece neste sábado (14), a partir...

Sábado e domingo com mostra de filmes, auto de Natal e palestra em São Diogo

O Centro Cultural Eliziário, em São Diogo, na Serra, vai promover neste fim de semana uma série de agendas antes de seu recesso que...

Dia Nacional do Forró com show de Trio Lubião de graça no Parque da Cidade

Forrozeiros de todo Brasil comemoram o Dia Nacional do Forró nesta sexta-feira (13). E na Serra, vai ter festa em alusão a data e...

Final de semana será com falta de energia em bairros da Serra

Por conta de uma manutenção programada que será feita pela EDP Espírito Santo, muitos moradores da Serra ficarão sem energia elétrica durante este sábado...

Você também pode ler

Conteúdo patrocinado

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!