28.7 C
Serra
sábado, 22 janeiro - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Sindicato pede ao prefeito da Serra R$ 2 mil de abono para os professores

Leia também

Serra terá dois novos pontos de testagem de Covid-19 | Confira

Diante do crescente número de casos positivos de Covid-19 registrados nos últimos dias, a procura por testes aumentou e...

Avanço explosivo da Ômicron adoece 1.550 pessoas na Serra em 24h

A circulação da variante Ômicron em território capixaba tem causado um aumento explosivo de novos casos da Covid-19 na...

Serra volta para risco moderado e pode sofrer restrições devido ao avanço da Covid-19

Devido ao aumento de casos de coronavírus e mortes causadas por complicações da Covid-19, a Serra voltou a ser...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

O presidente do Sermus, Osvaldino Luiz Marinho e a vice-presidente da entidade, Marluze da Silva Andrade. Foto: Divulgação

O Sindicato dos Servidores da Serra – Sermus, fez ofício solicitando ao prefeito Sérgio Vidigal (PDT), a concessão de um abono natalino aos servidores da Educação, no valor de R$ 2 mil. O presidente do Sindicato protocolou pessoalmente, ofício nesse sentido, no protocolo geral da Prefeitura, na manhã de ontem, dia 08.

No ofício, o presidente do Sermus, solicita que o abono seja concedido aos professores, diretores e secretários escolares, pedagogos, coordenadores, auxiliares de secretaria e a todos os demais servidores vinculados à Secretaria de Educação.

Osvaldino frisou que os recursos para custear essa despesa seriam provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que segundo ele está com sobra de caixa e que se não for usado, terá que ser devolvido para o Ministério da Educação.

O líder sindical acrescentou que praticamente todas as prefeituras da Grande Vitória e algumas do interior já definiram e estão disponibilizando o abono natalino para o pessoal da Educação, com verbas provenientes do Fundeb. Citou a Prefeitura de Cariacica, onde o prefeito Euclerio Sampaio encaminhou para a Câmara, no último dia 4, um projeto de lei, que já foi votado e aprovado, propondo um abono de R$ 5 mil para os 3,9 mil professores, que já foram pagos.

Osvaldino ressaltou o importante papel que toda a comunidade escolar desempenha na preparação dos jovens serranos e nada mais justo do que premia-la com esse abono.

Finalizando, Osvaldino disse confiar na sensibilidade do prefeito Sérgio Vidigal e espera que o mesmo envie para a Câmara um projeto de lei nesse sentido.

Sermus faz mais pedidos ao Executivo

Em um segundo ofício protocolado na Prefeitura, no mesmo dia 8, o presidente do Sermus, pede ao prefeito Sérgio Vidigal a extensão do abono natalino aos demais servidores municipais, no valor de R$ 500,00, que seria liberado junto ao auxílio alimentação, que em dezembro passaria dos atuais R$ 350,00 para R$ 850,00.

Osvaldino frisa que o ideal seria um valor equivalente ao do pessoal do magistério, mas infelizmente, os demais setores da Prefeitura não têm um fundo como o Fundeb e isso inviabiliza a equiparação do abono.

Demais solicitações do Sindicato:

– Antecipação do pagamento do décimo terceiro salário para o dia 17 de dezembro;

– Antecipação do pagamento do auxílio alimentação, incluindo o abono, também para o dia 17 de dezembro;

– Ponto facultativo no dia 24 de dezembro e no dia 31 de dezembro.

Osvaldino lembra que essas reivindicações são de praxe nessa época do ano e que vem sendo atendidas pelo Executivo ao longo dos últimos anos.

Frisou também que os vereadores tem contribuído, votando de forma célere todos os projetos de lei nesse sentido.

Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!