26.6 C
Serra
sexta-feira, 04 de dezembro de 2020

Sexta-feira (4) tem ensaio aberto com Grupo Z

Leia também

Prefeitura diz que dinheiro em caixa é maior do que dívida consolidada

A gestão atual da Prefeitura da Serra está prometendo deixar o comando do Município com R$ 485.907.651,01 de dinheiro...

Vidigal define equipe para transição de governo. Veja quem são os escolhidos

Após ser escolhido para ser o prefeito da Serra pelos próximos quatro anos, Sérgio Vidigal (PDT) já montou a...

Vice-prefeito eleito cancela agendas após esposa testar positivo para coronavírus

O vice-prefeito eleito da Serra, Thiago Menezes Carrero (Cidadania), cancelou suas agendas externas para os próximos dias. A decisão...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A peça A Fuga” traz uma camada de significados na relação entre a opressão e o desrespeito às mulheres e o universo de um sistema prisional. Foto: Daniel Boone

Previsto para o mês de setembro, o novo espetáculo do Grupo Z, “A Fuga”, traz uma camada de significados na relação entre a opressão e o desrespeito às mulheres e o universo de um sistema prisional. E o público capixaba vai pode conferir uma prévia do que será apresentado em forma de Ensaio Aberto, seguido de um bate-papo, no próxima sexta-feira – dia 4, às 19h, na Má Companhia, Centro de Vitória. O projeto foi contemplado pelo Edital 018/016 – Setorial de Artes Cênicas do Funcultura/Secult ES. A entrada é gratuita.

A peça marca a estreia de Alexsandra Bertoli, atriz do grupo, como dramaturga. A direção é de Fernando Marques. A história narra a trajetória de duas mulheres encarceradas que planejam uma fuga. Este é um dos aspectos que mobilizaram o grupo em torno da montagem, no que diz respeito à ausência de uma estrutura física e psicológica que atenda às necessidades das mulheres que estão em situação de cárcere.

De Acordo com Alexsandra, a temática do espetáculo veio à tona por conta de um interesse pessoal antigo. “Há tempos tenho uma urgência em desenvolver algum tipo de trabalho dentro do presídio feminino – o que ainda não consegui concretizar. Provavelmente, esse interesse tem origem nas minhas experiências pessoais como visitadora de presídio masculino durante muitos anos, como uma observadora e ouvinte daquelas mulheres que dividiam comigo aquela fila, sabendo que muitas já tinham sido presas por causa de cônjuge”, destaca Alexsandra.

“Em muitos presídios femininos pelo Brasil, uma série de direitos são negados – desde a privada que não serve à anatomia da mulher até o filho recém-nascido que é arrancado da mãe antes de findado o período de amamentação”, ressalta Alexsandra.

Montagem

Atuante há mais de 20 anos no teatro capixaba, o Grupo Z de Teatro prima pela originalidade em seus espetáculos, sempre associados a textos intrigantes, divertidos e ao mesmo tempo sofisticados. Um detalhe em torno deste espetáculo são os encontros no processo de montagem, desde o início, que contam, ainda, com a participação de cinco mulheres com vivências no campo das Artes Cênicas. Elas observam, opinam, intervêm no processo, debatem com o grupo e produzem relatos publicados regularmente no blog do espetáculo. Mais informações podem ser conferidas no link https://afugagrupoz.wordpress.com/ e na página da peça no Facebook.

Serviço – Teatro

Ensaio Aberto de “A Fuga” (Grupo Z de Teatro)

Data: 4 de agosto (sexta-feira)

Horário: 19h

Má Companhia – Rua Professor Baltazar, 152, Centro, Vitória (próxima à Catedral)

Entrada gratuita.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!