Serra pode ficar fora da renovação da licença de Vale e ArcelorMittal

0
Serra pode ficar fora da renovação da licença de Vale e ArcelorMittal
Fábio Duarte defende participação da Serra no licenciamento das poluidoras. Foto: Divulgação

As empresas Vale e ArcelorMittal estão pleiteando junto ao Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) a renovação do licenciamento ambiental para suas atividades. Em função disso, lideranças da Serra apostam que este é o momento para cobrar maior responsabilidade ambiental com o município, diretamente impactado com as atividades das empresas.

O vereador Fábio Duarte (PDT) propõe que o que for sugerido não venha como TAC. “Tem que vir como condicionante o que obriga a empresa a realizar. Principalmente condicionantes que tangem a qualidade dor ar nas redondezas. Haverá uma audiência, em Vitória apenas. Não podemos nos acanhar, senão irá acontecer igual em 2007 quando a Serra não foi ouvida, ao contrário de Vitória e Vila Velha. Estamos conversando com algumas entidades ambientais e com o Ministério Público, não iremos deixar por menos. A Serra precisa fazer parte dessa discussão” disse.

Em nota, a Vale informou que “está seguindo as orientações do IEMA no processo de renovação de sua licença e continua cumprindo todas as condicionantes vigentes”.

Já a ArcelorMittal informou que “se mantém permanentemente comprometida com todas e quaisquer discussões técnicas que promovam a melhoria da qualidade do ar da Grande Vitória.” A empresa acrescenta que segue as instrução do IEMA, que é o órgão responsável.

O IEMA informou que a previsão de finalização das análises é até janeiro de 2018 e ressaltou que condicionantes serão estabelecidas somente após finalização das análises.

Comentários