21.1 C
Serra
sábado, 11 de julho de 2020

Serra pode ficar fora da renovação da licença de Vale e ArcelorMittal

Leia também

Serra ultrapassa 9 mil casos confirmados e já possui 358 mortes causadas pela Covid-19

Seguindo na vice-liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de...

Prefeitura abre vacinação contra gripe para todos os moradores da Serra

Após finalizar a campanha de vacinação contra a gripe Influenza, a Secretaria Municipal de Saúde ampliou a imunização para...

Empresa de segurança que aluga cães é denunciada por abandono na Serra

Após receber denúncias de abandono de animais de propriedade de uma empresa de segurança que trabalha com aluguel de...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Fábio Duarte defende participação da Serra no licenciamento das poluidoras. Foto: Divulgação

As empresas Vale e ArcelorMittal estão pleiteando junto ao Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) a renovação do licenciamento ambiental para suas atividades. Em função disso, lideranças da Serra apostam que este é o momento para cobrar maior responsabilidade ambiental com o município, diretamente impactado com as atividades das empresas.

O vereador Fábio Duarte (PDT) propõe que o que for sugerido não venha como TAC. “Tem que vir como condicionante o que obriga a empresa a realizar. Principalmente condicionantes que tangem a qualidade dor ar nas redondezas. Haverá uma audiência, em Vitória apenas. Não podemos nos acanhar, senão irá acontecer igual em 2007 quando a Serra não foi ouvida, ao contrário de Vitória e Vila Velha. Estamos conversando com algumas entidades ambientais e com o Ministério Público, não iremos deixar por menos. A Serra precisa fazer parte dessa discussão” disse.

Em nota, a Vale informou que “está seguindo as orientações do IEMA no processo de renovação de sua licença e continua cumprindo todas as condicionantes vigentes”.

Já a ArcelorMittal informou que “se mantém permanentemente comprometida com todas e quaisquer discussões técnicas que promovam a melhoria da qualidade do ar da Grande Vitória.” A empresa acrescenta que segue as instrução do IEMA, que é o órgão responsável.

O IEMA informou que a previsão de finalização das análises é até janeiro de 2018 e ressaltou que condicionantes serão estabelecidas somente após finalização das análises.

Comentários

Mais notícias

Prefeitura abre vacinação contra gripe para todos os moradores da Serra

Após finalizar a campanha de vacinação contra a gripe Influenza, a Secretaria Municipal de Saúde ampliou a imunização para todos os moradores da Serra. ...

Empresa de segurança que aluga cães é denunciada por abandono na Serra

Após receber denúncias de abandono de animais de propriedade de uma empresa de segurança que trabalha com aluguel de cães de raça, localizada no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!