26.6 C
Serra
domingo, 26 de janeiro de 2020

Serra pode ficar fora da renovação da licença de Vale e ArcelorMittal

Leia também

Câmara da Serra pode ganhar mais um vereador

Nova decisão da Justiça vai promover alterações na Câmara da Serra. O juiz substituto Leonardo Mannarino Teixeira Lopes, da...

PRTB elege nova diretoria e promete candidatura majoritária na Serra

Atentas ao calendário eleitoral 2020, lideranças do PRTB capixaba estão promovendo mudanças nos comandos da legenda em diversos município...

Chuvas | Serra antecipa limpeza de bueiros e valas

Áreas de instabilidade se intensificaram sobre o mar e avançaram para o Espírito Santo espalhando nuvens carregadas sobre algumas...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Fábio Duarte defende participação da Serra no licenciamento das poluidoras. Foto: Divulgação

As empresas Vale e ArcelorMittal estão pleiteando junto ao Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) a renovação do licenciamento ambiental para suas atividades. Em função disso, lideranças da Serra apostam que este é o momento para cobrar maior responsabilidade ambiental com o município, diretamente impactado com as atividades das empresas.

O vereador Fábio Duarte (PDT) propõe que o que for sugerido não venha como TAC. “Tem que vir como condicionante o que obriga a empresa a realizar. Principalmente condicionantes que tangem a qualidade dor ar nas redondezas. Haverá uma audiência, em Vitória apenas. Não podemos nos acanhar, senão irá acontecer igual em 2007 quando a Serra não foi ouvida, ao contrário de Vitória e Vila Velha. Estamos conversando com algumas entidades ambientais e com o Ministério Público, não iremos deixar por menos. A Serra precisa fazer parte dessa discussão” disse.

Em nota, a Vale informou que “está seguindo as orientações do IEMA no processo de renovação de sua licença e continua cumprindo todas as condicionantes vigentes”.

Já a ArcelorMittal informou que “se mantém permanentemente comprometida com todas e quaisquer discussões técnicas que promovam a melhoria da qualidade do ar da Grande Vitória.” A empresa acrescenta que segue as instrução do IEMA, que é o órgão responsável.

O IEMA informou que a previsão de finalização das análises é até janeiro de 2018 e ressaltou que condicionantes serão estabelecidas somente após finalização das análises.

Comentários

Mais notícias

PRTB elege nova diretoria e promete candidatura majoritária na Serra

Atentas ao calendário eleitoral 2020, lideranças do PRTB capixaba estão promovendo mudanças nos comandos da legenda em diversos município capixabas. E as alterações se...

Chuvas | Serra antecipa limpeza de bueiros e valas

Áreas de instabilidade se intensificaram sobre o mar e avançaram para o Espírito Santo espalhando nuvens carregadas sobre algumas regiões do estado próximas do...

Cinquenta voluntários da Serra vão ajudar na limpeza de Iconha

Muitas doações de produtos de limpeza, alimentos e roupas estão chegando ao município de Iconha, devastado por chuvas que atingiram o sul do Espírito...

Morador pede bueiros em ruas de Portal de Jacaraípe – Confira no ‘Pronto, Flagrei’

Morador do bairro Portal de Jacaraípe, Cleiton Luiz, reclama da ausência de bueiros em diversas ruas da comunidade. Segundo ele, basta chover um pouco mais...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem