• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.410 casos
  • 767 mortes
  • 40.067 curados
26 C
Serra
quarta-feira, 03 março - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.410 casos
  • 767 mortes
  • 40.067 curados

Sem água há 3 dias, moradores da Serra se revoltam e protestam contra a Cesan

Leia também

Festival Voadora terá 12 shows autorais com destaques da música capixaba  

Cento e oitenta e seis projetos foram inscritos para o processo de seleção do Festival Voadora, cujas apresentações acontecem entre...

Detran implanta exame teórico digital na Ciretran Serra Sede e facilita vida de moradores

O município da Serra receberá mais uma Sala de Exames Teóricos digital do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito...

Vereador defende regulamentação do serviço de mototáxi na Serra

  Por meio do Projeto Indicativo de Lei 43/2021, o vereador Pablo Muribeca (Patriota) defende a regulamentação do serviço de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Protesto ocorreu durante esta segunda-feira (18). Foto: Divulgação

Após passar por mais de três dias sem receber uma gota de água nas suas residências, moradores do bairro Vista da Serra I se revoltaram contra a Cesan (Companhia Espírito Santense de Saneamento) e realizaram uma manifestação nesta segunda-feira (18). Populares afirmam que cansaram de cobrar soluções da empresa, que não atendia as reclamações feitas pela comunidade.

Mas logo após a manifestação isso mudou. Num passe de mágica, equipes da Cesan se dirigiram até o bairro logo quando a companhia foi informada sobre o movimento dos moradores. Mais cedo, uma rua foi interditada e protestantes atearam fogo em galhos de árvores numa forma de pedir que líquido essencial para a vida humana voltasse às torneiras de suas casas.

Segundo um morador que não quis se identificar, a situação no bairro estava ficando crítica e muitos precisaram comprar água mineral para consumo. “Para beber e cozinhar nós compramos água, mas e quando é para tomar banho? Em algumas casas ainda caiu água uma vez ou outra, mas na maioria não. Estávamos sem solução e decidimos protestar”, disse.

O TEMPO NOVO entrou em contato com a Cesan que se pronunciou por meio de nota enviada à reportagem. Disse que técnicos da Cesan já encontraram a causa e o abastecimento está sendo restabelecido. Apesar de o problema durar dias, informou que “casos pontuais de falta d água podem informados pelo site www.cesan.com.br ou pelo telefone 115 para que os técnicos possam atuar”.

Sobre a manifestação, reconheceu o movimento e afirmou que representantes da Cesan também estão em contato com a liderança comunitária do bairro para apoio aos moradores. Por fim, a empresa enumerou que a chamada pelo 115 é gratuita e o atendimento funciona 24 horas.

A Polícia Militar acompanhou o protesto dos moradores, que terminou sem grandes impactos após a Cesan atender a comunidade.

Após enviar água escura e fedida, Cesan pede que moradores da Serra não bebam líquido

Moradores mostram cor da água que vem sendo distribuída pela Cesan. Foto: Divulgação

Após moradores de diversos bairros da Serra, principalmente na região da Serra Sede, denunciarem que estavam recebendo água turva e mal cheirosa nas suas residências, a Cesan admitiu o erro e pediu para que os consumidores destas comunidades não bebam ou utilizem o líquido enviado pela própria empresa através do sistema de abastecimento.

A situação dramática e preocupante foi denunciada através de matéria publicada pelo TEMPO NOVO nesta quinta-feira (15). Na ocasião, populares mostraram por meio de fotos a coloração escura do líquido que vem chegando há semanas nas comunidades. Um dia após a publicação do texto, a Cesan decidiu se manifestar e enviou uma nota à reportagem.

De acordo com a empresa, assim que foi acionada pelos moradores, enviou técnicos ao local e garantiu que o abastecimento fosse normalizado. A Cesan ainda afirmou que água com a coloração escura não causa danos à saúde, entretanto, diz que não deve ser consumida pela população. Mesmo após questionamentos, a companhia preferiu não explicar o motivo de a água ter sido distribuída dessa forma.

Essa não é a primeira vez que moradores de Serra Sede denunciam a má qualidade no abastecimento de água da Cesan. Em 2019, houve problemas crônicos nesse sentido. E na época a Cesan não deu explicações. Vale lembrar que os bairros afetados são atendidos pelo sistema Reis Magos, implementado há pouco mais de três anos.

Obras deixarão bairros sem água nesta terça e quinta-feira

Durante esta semana, moradores de diversos bairros da Serra terão o fornecimento de água de suas residências interrompido. Isso porque a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) agendou duas interligações de redes, uma para esta terça-feira (19), e outra que ocorrerá na quinta-feira (21). De acordo com a empresa, nos dois dias, técnicos irão realizar obras na cidade e algumas regiões serão afetadas.

Os serviços, segundo a Cesan, são “para melhorar o abastecimento” e vão ocorrer em duas grandes regiões da cidade, mas alguns bairros não serão afetados (veja a lista completa clicando aqui). Na terça e quinta-feira, a manutenção ocorrerá das 8h às 18 horas.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Saiba mais
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!