26.6 C
Serra
terça-feira, 25 janeiro - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

PV da Serra flerta com três nomes para lançar prefeito em 2020

Leia também

Filiação do senador Fabiano Contarato ao PT será virtual nesta sexta (28)

  Será de forma híbrida a filiação do senador Fabiano Contarato ao PT, neste dia 28. As informações dão conta...

Estado vai fiscalizar laboratórios privados sobre irregularidades em notificações de Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) está notificando as Vigilâncias Sanitárias Municipais para procederem a fiscalização de laboratórios...

Descubra por que Bicanga tem se tornado a queridinha dos investidores

Localizada no litoral da Serra, bem perto de Manguinhos, Bicanga tem despontado como uma das regiões de investimentos de...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Sandra Gomes, Roberto Carlos e Gracimeri Gaviorno foram contados pelo presidente do PV da Serra, para ser disputa majoritária em 2020.

A possibilidade da eleição de 2020 ser marcada pela fragmentação de candidatos é real e por isso, os partidos têm se articulado no sentido de ter nomes na manga caso necessário. O Partido Verde da Serra é um deles. Flertando com três nomes para ser candidato a prefeito, a sigla quer ainda consolidar uma chapa completa de vereador para aumentar sua bancada na Câmara, que hoje conta com um representante.

Estão na mira: a ex-vereadora Sandra Gomes; o ex-deputado Roberto Carlos; e a ex-chefe da polícia civil Gracimeri Gaviorno. Quem confirma é o presidente do PV da Serra sob liderança de Fábio Santana. Ele explica que o partido está “conversando” com todo mundo e tem autonomia da estadual para bater o martelo.

“Vamos ser muito cuidadosos. Não vamos aceitar filiar alguém, lançar para prefeito e chegar lá em 2020 sair da disputa majoritária para ser candidato a vereador. Queremos um projeto sólido com identidade partidária e de nossas bandeiras a favor do meio ambiente e de uma relação sustentável com os recursos naturais”, disse Fábio.

O líder comunitário de Eurico Salles diz ainda que a sigla vai lançar 35 candidatos a vereador, entre nomes novos e outros já testados. Já o atual vereador do PV, Robinho Gari, deve permanecer no partido, “caso ele queira”.

Fábio Santana é presidente do PV da Serra. Foto: Gabriel Almeida

Contexto político

Em 2020 se encerra um clico de uma década de disputa direta entre o atual prefeito Audifax (Rede) e o deputado Sérgio Vidigal (PDT). Essa fato tem animado partidos e lideranças políticas que sonham em ocupar a função. Entendida como uma eleição imprevisível, atualmente há mais de uma dezena de pré-candidatos.  

Campanha contra descarte de “lixo” da Vale:

“Jogar lixo na Serra não Vale”, este é o nome da campanha do PV que critica à possibilidade de desacate de rejeitos da Vale no município. Por meio de um Termo de Compromisso Ambiental, a mineradora terá que retirar toneladas de areia contaminada da ponta norte da Praia de Camburi. O local contado para receber o rejeito seria um aterro licenciado pelo IEMA que fica localizado aos pés do Mestre Álvaro.

Após grande polêmica na Serra, vereadores formularam um PL em que proíbe o descarte. Aguarda agora a sanção ou veto do prefeito Audifax Barcelos (Rede).

Segundo Fábio, além da crítica contra a Vale, a campanha pretende promover mutirão de recolhimento de lixo nas praias da Serra

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!