22.9 C
Serra
quinta-feira, 02 de julho de 2020

Professor da Serra transforma ameaça em acolhimento e ganha homenagem

Leia também

Mais sete moradores da Serra morrem por coronavírus e cidade já registra 316 óbitos

A Serra voltou a registrar grandes números diários de mortes causadas pelo coronavírus. Nas últimas 24 horas, a cidade...

Serra volta a ser a cidade com maior número de infectados pelo novo coronavírus

A Serra registrou 291 novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo dados do Painel Covid-19 do...

Em seis meses, dengue já adoeceu mais de 4 mil moradores da Serra

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, uma outra doença também preocupa os moradores da Serra. Trata-se da...
Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal, principalmente Economia e Meio Ambiente, das quais é o responsável.

Nourival em meio aos alunos da escola Maria Penedo, em Valparaíso. Foto: Reprodução Facebook

O ano é 2007. O professor Nourival Cardozo Júnior da Escola Estadual Maria Penedo, em Valparaíso, foi ameaçado por um aluno que já o hostilizava há tempos. Dias depois, esse mesmo estudante foi baleado e Nourival decidiu ir visitá-lo no hospital. Ocasião em que o adolescente abriu o coração e relatou seus dramas para o professor, que a partir dessa experiência, nunca mais foi o mesmo.

A situação inspirou Nourival a criar o projeto Oficina do Afeto. Trata-se de uma iniciativa de ajudar alunos ouvindo suas histórias para auxiliar no suporte emocional a eles.  Esse e outros ensinamentos do professor, que é da área de Geografia, lhe renderam um grande abraço coletivo na última segunda-feira (08) na Escola Maria Penedo. Participaram cerca de 600 estudantes, professores, equipe pedagógica e demais funcionários.

O professor, após 34 anos de magistério – 14 deles na Maria Penedo – está se aposentando. “Organizamos essa justa homenagem para um profissional tão querido e dedicado aos alunos. Ele é uma grande referência para nós. Tanto que vieram até colegas já se aposentados e outros que não estão mais na escola”, frisa a pedagoga Graziela Sarcinelli Brum Saraiva.

Aluno do 9º ano e morador de Novo Porto Canoa, Matheus Silva Santana, disse que entrou na Maria Penedo só em 2019, mesmo assim esses poucos meses de aula com Nourival foram marcantes. “Todos tem um carinho muito grande por ele ter feito tantas coisas boas nos anos que passou na escola. Alunos de todas as turmas se enfileiraram  desde a primeira sala até a quadra. Todos eles colocaram um bigodinho de EVA para lembrar o bigode do professor, sempre muito engraçado. Foi uma homenagem linda, Nourival foi aplaudido por todo o trajeto e se emocionou”, descreve.

Pelas redes sociais, outros alunos e ex-alunos de Nourival se manifestaram. “Sempre agradeço por ter sido sua aluna. Um ótimo professor e uma grande pessoa!!!”, escreveu Fernanda Brune.

“Não tem palavras pra descrever o amor que eu tenho por esse ‘Paifessor’ “, declarou Alessandro Souza.

As ideias de Nourival que inspiraram a Oficina do Afeto foram retratadas num pequeno documentário de 15 minutos, publicado na página da escola Maria Penedo ano passado, que pode ser visto clicando aqui.

 
Comentários

Mais notícias

Serra volta a ser a cidade com maior número de infectados pelo novo coronavírus

A Serra registrou 291 novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo dados do Painel Covid-19 do Governo do Estado e volta...

Em seis meses, dengue já adoeceu mais de 4 mil moradores da Serra

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, uma outra doença também preocupa os moradores da Serra. Trata-se da dengue, que já infectou 4.047...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!