19.7 C
Serra
sábado, 28 maio - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Prefeitura iniciará Programa de Recuperação Fiscal (Refis) em 2022

Leia também

Campanha de segurança de trânsito alcança 3 mil serranos

Desde o inicio deste mês, o Departamento Operacional de Trânsito (DOT), tendo em vista a campanha de conscientização de...

Polícia prende suspeitos de roubar carro com bebê e criança na frente de creche na Serra

A Policia Civil, por meio da Divisão Especializada de Furtos e Roubos de Veiculos, prendeu em flagrante um dos...

Lei torna hediondo crime praticado contra menores de 14 anos

O Presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 14.344/2022 que cria mecanismos para a prevenção e o enfrentamento da violência...
Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Foto: Divulgação

A Câmara da Serra aprovou, em dois turnos nesta segunda-feira (27) o Projeto de Lei 416/2021, de autoria do Executivo municipal. A proposta trata do Programa de Recuperação Fiscal (Refis) Serra 2022, alterando o dispositivo da Lei Municipal 5.346/2021, e foi aprovada com 21 votos.

O Refis tem por objetivo incrementar a receita do município e, ao mesmo tempo, permitir aos contribuintes a regularização de débitos junto à municipalidade. A proposta vai permitir  a regularização dos débitos, descumprimento de obrigações, com regime especial de parcelamento que pode reduzir em até 100% juros e multas. Para aderir ao programa, o contribuinte terá prazo de 150 dias, após a publicação da Lei.

Já a alteração da Lei 5.346/2021 tem por objetivo a adequação à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) às exigências do Tribunal de Contas do Espírito Santo, no que diz respeito a renúncia de receita.

Orçamento 2022:

Já o Projeto de Lei 345/2021, que estima a receita e fixa despesa para o município em 2022 continua aguardando a aprovação dos vereadores. O projeto foi colocado em pauta no último dia 22, mas o movimento de 14 vereadores que se retiraram do plenário impediu a votação. O movimento aconteceu após a votação de emendas ao projeto.

Segundo o 1o secretário da Mesa Diretora da Câmara da Serra, Professor Alex Bulhões (PMN), os vereadores acham que devem fazer mais algumas modificações na Lei.

“A data [de votação] não está prevista. Só entraremos em recesso depois que a LOA for votada”, lembrou.

Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!